DEUS, A TEORIA DE TUDO

1 - PREFÁCIO

Evoluir: eis a meta de cada um.

Mas, na consecução de tal meta, quantos caminhos a vida nos apresenta!

Missões e missões, provas e provas...

Tudo conhecer, tudo sentir...

Para além dos cuidados da sobrevivência pura e simples, somos levados a analisar as razões do próprio viver, as razões do próprio sentir, as razões do próprio entender e desentender...

Tudo pesquisar, tudo passar pelo crivo de uma grande e pesada interrogação — esta a preocupação maior a nos atingir em certo momento da vida, a preocupação que passa a nos roubar momentos e momentos, para que dúvidas e dúvidas passem a não mais perturbar a nossa alma inquieta.

E então o homem de ciência se torna filósofo, talvez místico, talvez santo...

Buscar a razão de tudo é buscar alimento à própria alma, porque a alma sente muita e muita fome de Deus — e Deus é a razão de tudo!

Por tais caminhos trilhou nosso bondoso Irmão Wallace, que, humilde sob as novas luzes libertadoras que tanto o transformaram, vem relembrar o permanente drama interior de sua última existência.

E, com a ciência ou sem a ciência, o espírito, ser imortal, há de entender um dia que Deus é o tudo dentro do nosso nada, é a razão de todas as razões, é a teoria de todas as teorias, é a meta de todas as metas.

Ingressemos, pois, nos caminhos da sabedoria desse irmão, caminhos que, como todos os demais, não têm senão um único ponto final: DEUS!

Os Editores

..1 - NO MUNDO DO DIAMANTE
..2 - O PULO DO GRILO
..3 - DE NOVO NA ÁFRICA
..4 - NA ALEMANHA
..5 - O SONHO
..6 - NA AMÉRICA
..7 - A MORTE DE MARY
..8 - DO SONHO À REALIDADE
..9 - PERANTE A MORTE
..10 - O CASAMENTO
..11 - ACENOS A REALIDADE
..12 - UM NOVO APRENDIZADO
..13 - APRENDIZADO SEM FIM