SEMPRE COM DEUS

As mentes hábeis, que urdem planos perniciosos objetivando fruir êxito em empreendimentos infelizes, por mais cuidados e minudentes programas, não fogem ao imprevisível, exatamente pela impossibilidade de lograrem a perfeição.

Em razão disso, o imprevisível é a presença divina, surpreendendo a infração.

Elaboradas ações com minúcias e sofisticação, no instante de serem postas em prática, não se realizam sem a ocorrência do insuspeitável, que na sua expressão surpreendente põe por terra toda uma larga movimentação de forças.

O insuspeitável pode ser considerado como a interferência divina sempre vigilante.

Na aplicação de um projeto bem organizado, com as suas implicações maléficas, no instante de tornar-se realidade, defronta o inesperado que frustra todo ou parte do esforço colocado a serviço das paixões subalternas do homem.

O inesperado deve ser levado em conta como a ocorrência divina trabalhando pela ordem.

É certo que sucedem, vezes sem conta, aparentes êxitos em tais acontecimentos inditosos.

Quando tal ocorre, pode-se retirar proveitosos benefícios, que bem aplicados rendem juros de progresso, de elevação, para aqueles que padecem a penosa injunção.

Tudo, diante das sábias Leis da Vida, obedece à superior programática, mesmo quando parecem conspirações para o mal, porquanto o bom ceifeiro de um mal sempre retira um grande bem.

Ocorrem, na mesma ordem, as intervenções divinas, quando se opera pelo enobrecimento.

O plano bem estabelecido, que periga, subitamente conquista uma ajuda imprevisível tornando-se superior investimento de êxito.

O trabalho nobre, que recebeu acurada atenção e periclita no azado instante, é sustentado por insuspeitável socorro, prosseguindo em pauta de benemerência.

O desastre, que se consumava em determinada hora apóia-se em inesperada ocorrência, que impede a derrocada, salvando a situação.

Entrega tua vida a Deus e n'Ele confia sem reservas.

Produze o melhor, que te seja possível, permitindo-te a alegria de servir incansavelmente.

Nenhum mal que triunfe, sejam quais forem os cuidados de que se revista.

Bem algum que não se possa fazer nas situações danosas.

Quem se entrega a Deus conscientemente, em Deus se move e age, marchando com segurança para Ele.

Na esfera das tuas aspirações superiores, quando o desânimo te ciciar descoroçoamente e abandono da tarefa, em razão das aparentes multiplicadas dificuldades, insiste, contando com o imprevisível, o insuspeitável e o inesperado que virão em teu socorro.

Os que agem mal, embora não os aguardem, não se furtarão à sua intercorrência. Continua, portanto, contando com Deus, sempre.

Joanna de Ângelis - Alerta