A IMORTALIDADE

Deus, Nosso Pai e Criador do universo, é um espírito eterno. Eterno quer dizer que não teve princípio e não terá fim.

Sendo Deus eterno, Ele só criou coisas eternas; portanto, o universo é eterno como Deus.

As coisas, os seres e os mundos se transformam continuamente; nada se perde no universo.

A matéria se condensa sob a influência de determinadas leis físicas e forma os mundos e as coisas materiais.

Quando as leis físicas deixam de atuar, os mundos e as coisas materiais se dissolvem e a matéria que os compunha volta ao reservatório universal.

O mesmo sucede com o nosso corpo. Sendo nosso corpo formado de matéria sofre também a ação das leis físicas que regem a matéria. Pela morte nós restituiremos ao reservatório universal a matéria que forma o nosso corpo.

Somente as coisas espirituais não estão sujeitas às leis físicas; por isso o que é espiritual não pode sofrer as transformações provocadas pela morte.

Tudo o que é espiritual é imortal.

Nós somos formados de dois corpos distintos: o corpo material e o corpo espiritual.

O corpo espiritual se chama perispírito.

Pelo corpo material nós participamos da natureza material ou física; pelo corpo espiritual nós participamos da natureza espiritual ou divina.

O corpo material é uma vestimenta de que se serve o espírito para que possa habitar durante um certo tempo na Terra.

O corpo espiritual reveste o espírito e, à medida que o espírito progride, mais puro se torna o seu corpo espiritual.

O nosso espírito é imortal porque é formado da essência espiritual.

Nós somos espíritos imortais.

A morte destruirá o nosso corpo físico, mas nada poderá fazer contra o nosso espírito.

Presentemente estamos na Terra concorrendo com o nosso pequenino esforço na grande obra de Deus. Depois passaremos para o mundo espiritual onde continuaremos nossa vida imortal.

Eliseu Rigonatti - 52 Lições de Catecismo Espírita