TEMPO E REENCARNAÇÃO

Considera a tua ação e o modo pelo qual a exerces, a fim de que a paz te abençoe a vida.

Surpreendeste o amigo de quem tiveste mágoa por algum desentendimento ...

Reflete na carreira dos dias e esquece o conflito que te perturba. Entretanto, faze algo mais.

Envolve-o nas melhores vibrações do sorriso fraterno para que o vejas tranqüilo.

Guardaste a obrigação de saldar essa ou aquela dívida ...

Pensa na velocidade das horas e dentro das possibilidades de que disponhas, procura resgatá-la.

Não te circunscreva, porém, a isso. Oferece ao credor a tua mensagem de gratidão e alegria por te haver esperado.

Conservas a intenção de auxiliar alguém ou de levar a alguém o testemunho de tua confiança e carinho ...

Medita na rapidez dos minutos e não atrases a manifestação afetiva, que te nasce do íntimo. Vai, todavia, mais além.

Ajuda a pessoa a quem beneficias para que se convença de que assim procedes, por verdadeira fraternidade, sem a menor idéia de recompensa.

Encontraste o adversário que te criou inúmeros contratempos, hoje faminto de amizade e compreensão ...

Observa a brevidade do tempo e não lhe negues a mão de companheiro.

Realiza, entretanto, algo mais. Dá-lhe a bênção da palavra generosa, por certidão viva de teu respeito.

Em tudo o que seja tarefas a realizar, opiniões a emitir, providências a compor e questões a resolver, recorre ao amor para que o amor te inspire e age sem delongas na demonstração da tua capacidade de compreender e servir porque, em verdade, os minutos da REENCARNAÇÃO se escoam, vertiginosos, e realmente não sabes, quanto ao tempo que a reencarnação te reserva, se estás vendo e ouvindo essa ou aquela pessoa e fazendo isso ou aquilo pela última vez.

Emmanuel - Passos da Vida