Discurso de Paulo em Antióquia

Tendo Paulo e seus companheiros navegado de Pafos, foram a Perga, na Panfilia; João, porém, apartando-se deles, voltou para Jerusalém. Mas eles, passando de Perga, foram a Antióquia da Pisídia e, entrando na sinagoga no dia de sábado, sentaram-se. Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da Sinagoga mandaram-lhes dizer: Irmãos, se tendes alguma palavra de exortação ao povo, dizei-a. Cap. XlII, V. v. 13 - 15.

Após o trabalho efetuado em Pafos, Barnabé e Paulo seguiram para Perga na Panfilia. João Marcos partiu para Jerusalém. De Perga os Apóstolos se dirigiam para Antióquia da Pisídia. Foi aí que Paulo fez o seu grande discurso, com narrativas históricas colhidas no Antigo Testamento.

Os chefes da Sinagoga foram os primeiros a oferecer a palavra aos Apóstolos, para exortação ao povo.

Foi quando Paulo erguendo-se dentre eles começou o seu discurso, inserto no Cap. XIII, V. V. 17-41, que temos o grande prazer de transcrever:

"Israelitas, e vós que temeis a Deus, ouvi: O Deus deste povo de Israel escolheu nossos pais, e exaltou a este povo no tempo em que habitou a terra do Egito, donde os tirou com braço excelso, e Suportou-lhes os maus costumes no deserto por espaço de quase quarenta anos; e havendo destruído sete nações na terra de Canaã, deu-lhes esta terra por herança durante cerca de quarenta e cinco anos. Depois disto deu-lhes juízes até o profeta Samuel.

Em seguida eles pediram rei, e Deus por quarenta anos lhes deu Saul, filho de Quis, da tribo de Benjamim; e tendo deposto a este, lhes levantou a David, como rei, ao qual também dando testemunho, disse: Achei a David, filho de Jessé, homem segundo o meu coração e ele fará todas as minhas vontades. Da descendência deste, conforme a promessa, trouxe Deus a Israel um Salvador que é Jesus; havendo João primeiro pregado, antes da vinda d'Ele, o batismo do arrependimento a todo o povo de Israel. Quando João completava a sua carreira dizia: Eu não sou o que vós supondes; mas após mim vem aquele, de cujos pés não sou digno de desatar as sandálias. Irmãos, descendência de Abraão, e os que entre vós temem a Deus, a nós foi enviada a palavra desta salvação.

Pois os que habitavam em Jerusalém, e os seus magistrados, não conhecendo a Jesus nem os ensinos dos profetas que se lêem cada sábado, condenando-o, cumpriram as profecias; e se bem que não achassem causa alguma de morte, pediram a Pilatos que o fizesse morrer. Quando tiveram cumprido tudo o que d'Ele estava escrito, tirando-o do madeiro, puseram-no em um túmulo. Mas Deus o ressuscitou dentre os mortos; e Ele foi visto muitos dias por aqueles que com eles subiram da Galiléia a Jerusalém, os quais agora são as suas testemunhas para com o povo.

Nós vos anunciamos as boas novas da promessa feita a nossos pais, como Deus a cumpriu plenamente a nossos filhos, ressuscitando a Jesus, como também está escrito no Salmo segundo: Tu és meu filho; hoje te gerei. E o que ressuscitou dentre os mortos para nunca mais tornar à corrupção, Ele o disse dessa maneira: Dar-vos-ei as santas e firmes coisas prometidas a David. Pelo que também diz em outro Salmo: Não permitirás que o teu santo experimente a corrupção. Porque, na verdade, tendo David no seu termo servido ao conselho de Deus, adormeceu e foi reunido a seus pais e experimentou corrupção; porém, aquele que Deus ressuscitou dentre os mortos, não experimentou corrupção.

Seja-vos, pois, notório, irmãos, que por Este se vos anuncia a remissão dos pecados; e de tudo aquilo de que não pudestes ser justificado pela lei de Moisés, por Este é justificado todo o que crê. Guardai-vos, pois, de que não venha sobre vós o que foi dito nos profetas:

'Vede, ó desprezadores, maravilhai e desaparecei. Porque eu faço uma obra nos vossos dias.

Obra que, de modo algum crereis, ainda que alguém vo-la refira".

Diz-nos Lucas que o discurso de Paulo foi tão bem recebido, que todos pediram aos Apóstolos que a palavra fosse novamente repetida no sábado seguinte. Houve muitas conversões de judeus e prosélitos devotos, que seguiram a Paulo e Barnabé, que lhes persuadiram a perseverar na graça de Deus.

Cairbar Schutel