A CIÊNCIA INCHA

A ciência incha, mas o amor edifica." - Paulo, (Coríntios, 8:1)

Evidentemente, Paulo não quis desprezar o esforço humano na busca do conhecimento.

Muitos Espíritos encarnados, contudo, se voltam, apenas, para objetivos de ordem intelectual, de cujas aquisições fazem motivo de orgulho.

Empavonando-se e julgando-se superiores aos outros mortais.

Por isso, Paulo diz que "a ciência incha, mas o amor edifica."

A caridade se expressa com humildade; a caridade consola, conforta, ampara e constrói não só as grandes realizações humanas, visíveis e tangíveis, como também, e sobretudo, as numerosas e ininterruptas edificações no recôndito da alma.

É necessário, entretanto, cultivar os dois aspectos da personalidade, sabendo que, em nível superior, o Espírito precisa dos dois segmentos em perfeito equilíbrio: o saber e o amor.

Luiz R. da Cruz