MAS AINDA QUE O NOSSO HOMEM EXTERIOR SE CORROMPA

"... mas ainda que o nosso homem exterior se corrompa, todavia,
o homem interior se renova de dia em dia." - Paulo, (II Coríntios, 4:16)

O corpo físico, evidentemente, está sujeito às leis da matéria, entrando em decadência celular, irreversível, com prazo limitado de sobrevivência.

"O interior", contudo, (o Espírito Imortal), "se renova de dia em dia", pois o Espírito não é o corpo, apenas nele habita e dele se utiliza, em sua atuação no mundo físico, onde estagia, temporariamente, para adquirir experiências e conhecimentos.

Ao regressar à Pátria Espiritual, continua aprendendo, trabalhando e se preparando para nova etapa reencarnatória, no interminável processo evolutivo.

Paulo, por ser um Espírito de alta categoria, com grande conhecimento da realidade espiritual e da Lei de Evolução, em poucas palavras nos tranquiliza, dizendo que "o interior" jamais se desagrega e perece.

Mas está em constante, em permanente renovação ao longo da Eternidade.

Luiz R. da Cruz