QUALQUER O QUE NÃO PRATICA A JUSTIÇA

"Qualquer o que não pratica a justiça e não ama a seu irmão, não é de Deus." - (I João, 3:10)

O verdadeiro cristão não só deve desenvolver seu sentimento de amor, como também o de justiça.

O Espírita faz do Evangelho uma filosofia de vida, mas ocorre, por vezes, que preocupado com seu trabalho na Seara do Mestre, não repara nas próprias omissões.

Displicências, parcialidades, indiferenças que constituem injustiças que passam despercebidas ao praticante.

Jesus traça os parâmetros de conduta, para todas as ocasiões: "Fazei aos outros o que gostaríeis que vos fizessem e não façais o que não gostaríeis que vos fizessem".

Seguindo este conselho, estaremos sempre praticando a justiça, e a justiça também é amor.

Luiz R. da Cruz