QUALQUER QUE GUARDAR TODA A LEI

"Porque, qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos." - (Tiago, 2:10)

O comportamento, reconhecidamente louvável, o conceito público que consagra determinada pessoa podem desmoronar, rapidamente, se ela fizer um ato reprovável, se cometer um erro que possa dar origem a alguma suspeita.

Tudo o que essa pessoa fez de bom, seu passado limpo, seus méritos reconhecidos, nada mais terá valor.

Todos a condenam, todos a criticam, impiedosamente.

O preço da paz, da boa fama, do alto conceito exige a eterna vigilância.

Precisamos estar sempre atentos, vigiando impulsos, reações, tendências, desejos; ponderando as consequências dos próprios atos, para que nossa conduta permaneça irrepreensível.

Mesmo porque temos, também, testemunhas invisíveis, que observam e registram tudo, apoiando-nos ou reprovando-nos, em nossas manifestações terrenas.

Luiz R. da Cruz