COMO CONHECEREI

"E conhecer o amor de Cristo, que sobrepuja a ciência, para que
sejais cheios até a inteira plenitude de Deus." - (Efésios, 3: 19)

_ Como conhecerei o amor de Cristo que pode me conceder a plenitude de bem-estar íntimo, de paz operosa e tranqüilidade ativa a que aspira minha alma, se a ciência da vida terrena só me oferece dúvidas, angústias, ansiedades?

- O galardão para o dever bem cumprido é a coroa de direitos novos, oportunidades mais amplas, horizontes mais dilatados.

Clima ideal para o espírito que se compraz no bom trabalho é a criação de novas tarefas, com elevação de vistas e sublimação de atividades.

E estas situações ideais para o espírito predisposto à escalada das montanhas de purificação, elevação e santificação, não têm aparências particulares nem destinatários privilegiados.

Criam-nas os espíritos dentro de si próprios e de si transmitem-nas ao meio ambiente em que labutam.

Assim,

- o conheceres o amor de Cristo e o te sentires em bem-estar íntimo, paz e tranqüilidade nas nuances de luta e aprendizado que encontras na Terra, depende unicamente de teu esforço para o conseguires.

Depende de tua boa vontade para que a compreensão fraterna e verdadeira seja uma realidade no círculo de tuas atividades.

Depende de tua coragem para que as lições mais difíceis sejam vividas por teu espírito, guardando a ventura de lutar e sofrer pela conquista de valores divinos, e por coperar na afirmação do Reino de Deus na Terra.

Depende de tua resignação na adversidade, de teu entusiasmo na boa luta, de teu gesto de carinho para o necessitado, de tua palavra de estímulo para o que esqueceu o valor da esperança, de teu verbo de esclarecimento e conforto para o ignorante e para o infeliz.

Conhecerás pois, o amor de Cristo, aprendendo a amar a vida e a servi-la, em todos os seus campos de manifestação, porque tudo existe pelo Amor ilimitado do Pai Eterno.

Ottília (Espírito)