COMO EVITAREI

"Evita o homem faccioso depois de o teres advertido primeira e segunda vez." - (Tito, 3:10)

- Se guardo o desejo ardente de cooperar nas tarefas de esclarecimento evangélico e de educação daqueles que me cercam e que jazem ainda nas trevas da ignorância, como evitarei aqueles que se mostram seguidores apaixonados do engano e do mal?

- O rio jovem e impetuoso dirige suas águas por onde melhor lhe apraz, derribando árvores aqui, solapando morros acolá para, mais tarde, abandonar toda destruição que causou e buscar, então, regiões mais convenientes e terrenos mais fáceis, que estiveram sempre a lhe oferecer estas mesmas vantaqens.

O potro bravio debate-se, inutilmente, com risco da própria vida, quando iniciado no uso do baixeiro e da sela para, mais tarde, descobrir que somente com estes apetrechos pode ele se tornar útil de algum modo e merecer, por isso, bom trato e justa consideração.

Assim também,

- as almas que se acorrentam às idéias de perversidade, de desconfiança, de insolência, de orgulho, de ódio e de vingança, obstinadas na perpetuação das atitudes mentais negativas que lhes são próprias, assemelham-se ao rio arrogante e ao potro bravio:

- satisfarão seus impulsos descontrolados, debater-se-ão, mas cansar-se-ão e ferir-se-ão intimamente, arriscando a própria vida e perdendo as melhores oportunidades para, um dia, dentre os muitos que a Eternidade nos oferece, voltarem aos caminhos de compreensão, tolerância, elevação e paz que lhes poderiam pertencer há muito tempo!

Evita, pois, aqueles que teimam em permanecer nos quadros da ignorância e da cegueira espiritual, e relega-os aos seus próprios caminhos, porque o Senhor os fará voltar ao teu carinho e ao teu amor, quando for oportuno.

Ottília (Espírito)