COMO EXPULSAREI

"Jesus entrou no templo, expulsou todos os que ali vendiam e compravam,
derribou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas."
- (Mateus, 21: 12)

- Reconhecendo que, muitas vezes, a indignação é justificável e a disciplina é necessária para que o alertamento espiritual se verifique, mas, se em meu desequilíbrio sentimental me perturbo com semelhantes vibrações, como expulsarei do templo de minha vida tudo e todos que desejam perturbá-la?

- Se já compreendes que, em situações inúmeras da vida terrena, a energia que educa e exige o bom trabalho, é necessária devendo, entretanto, ser temperada com a bondade e a compreensão;

se aceitas a lição que a Natureza te oferece, salientando a necessidade do bater cuidadoso da enxada para que a terra se torne capaz de receber a semente pequenina, de modo a ajudá-la a desenvolver-se e transformar-se em algo útil a todos;

se observas que, quase sempre, para que a chuva bendita e refrescante nos visite, renovando fontes e rejuvenescendo paisagens, é indispensável aturarmos, antes, o ribombar desagradável dos trovões,

importa aprenderes, agora, que há, no íntimo de nós mesmos, uma intrincada rede de problemas cujas soluções devem ser efetuadas pela energia perseverante, balanceada com a bondade para conosco mesmo;

importa considerares o teu coração e a tua mente como terreno que deve ser batido todos os dias pelas enxadas benditas dos conhecimentos suuperiores;

importa reconheceres que a secura e a desolação de teus sentimentos necessitam, talvez, das tempestades de negações e controvérsias da vida, a fim de que transformações se verifiquem e saibas receber, um dia, o bálsamo da paz e serenidade construtivas.

Assim,

- expulsa, antes, do templo de teu espírito, os sentimentos do ódio, da vingança, da preguiça, da vaidade, do egoísmo ou da revolta que estão semmpre a vender, indebitamente, as tuas oportunidades de reajuste, de aprendizado e de elevação ou estão sempre a comprar para teu espírito, erros ou crimes, aumentando teu débito para com a Eternidade.

Expulsa-os, dia a dia, com o auxílio dos raios dos ensinamentos evangélicos e, transformando-te e fortalecendo-te intimamente, não serás facilmente perturbado nem dissuadido do roteiro de luz que buscas para o templo de tua vida.

Ottília (Espírito)