COMO SEREI AGRADECIDO

"Reine em vossos corações a paz de Deus à qual também fostes chamados
em um só corpo; e sede agradecidos." - (Colossenses, 3: 15)

- Como serei agradecido, quando trago o coração em constantes atribulações pelas lutas que a vida me oferece, pelas dificuldades que me cerceiam os ideais e contradizem meus mais caros sonhos?

- Da criança rebelde ou mal dirigida à qual aplicas a lição punitiva ou educadora, só receberás o reconhecimento quando ela se fizer adulta, e, familiarizando-se com as responsabilidades de pais ou mestres, puder avaliar as lições recebidas e delas se utilizar.

- Do viajor que, seguindo seu caminho pela noite a dentro, a queda imprevista de uma ponte impedir-lhe atravessar o rio e precipitar-se perdido em areias movediças, só ouviremos palavras de gratidão à Bondade Divina, quando o dia surgir e a compreensão raiar em sua alma.

Assim também,

- nós, espíritos crianças na Eternidade, almas enceguecidas pela escuridão temporária e bendita da carne, nos rebelaremos e nos debateremos nas malhas invisíveis da vida humana, as quais nos constrangem ao aprendizado necessário.

Mas se procurarmos crescer no íntimo de nós mesmos e se trabalharmos incessantemente a fim de que a luz se faça em nossos corações e em nosssas mentes,

- compreenderemos que as atribulações que hoje lamentamos, constituem a nossa paz futura e as dificuldades contra as quais nos insurgimos e que nos impedem realizar aquilo que, presentemennte, mais almejamos são, talvez, pontes cuja queda atual, bendiremos um dia.

Cresçamos, cresçamos sempre, na sabedoria e no amor evangélicos e a paz de Deus reinará em nossos corações, fazendo-nos gratos até pelas pedras e buracos que, presentemente, enfeiam nosso caminho.

Ottília (Espírito)