FRATERNIDADE DA CHINA

Seu líder é uma figura venerável, um ancião, cujo nome é LING FO.

Dedica-se à aculturação evangélica e, através dos conhecimentos milenares, vem despertando o mundo para a simplicidade da vivência cristã.

Além disso, busca, por meio da ciência, despertar nas consciências o conhecimento das vidas sucessivas.

O Amor do Cristo e o dos agrupamentos cristãos atuam pela força do carinho, procurando os seres mais carentes.

Entretanto, reencarnam, também, aqueles cujo estudo desviado do curso desejável os torna cultores da vaidade, que fazem do conhecimento uma fonte de materialidade.

Para esses intelectuais, que os benfeitores chamam de pseudo-sábios, era preciso que se formasse, também, um agrupamento que, provando a sua sabedoria, por intermédio da paciência e da tranquilidade, pudesse oferecer, através do Profundo Conhecimento, possibilidades para eles analisarem os porquês da vida e da morte; para isto, os benfeitores pediram ajuda a um outro agrupamento que possui o titulo de FRATERNIDADE DO MÉXICO.

Libertados pela Entidade conhecida por Frei Rogério de Lima, esses seres ajudam, através do místico poder da oração, a concentrar os esforços da própria inteligência, para que, pela meditação, voltenvse para dentro de si mesmos, a fim de conhecerem o poder da fé e do pensamento disciplinado e bem-conduzido na concretização da cura para males até então desconhecidos.

Frei Rogério estimula aqueles que despertam para o Bem, a fim de participarem de tarefas de auxílio.

Martha G. Thomaz