FRATERNIDADE DOS EGÍPCIOS

Sabendo-se que grande parte das doenças tem origem no psiquismo, não poderia faltar à organização a orientação segura para o desenvolvimento das faculdades mediúnicas, a fim de atuar com eficiência no atendimento às pessoas aflitas.

Para isto, apresentou-se a Fraternidade dirigida por Sêmulo, que trouxe consigo três mil trabalhadores capazes de auxiliar nesse desenvolvimento, fortalecendo o psiquismo dos médiuns, a fim de guardar-lhes o equilíbrio.

Sêmulo foi sacerdote egípcio na época de Ramsés e, desde então, veio se dedicando ao encaminhamento dos médiuns, para que não lhes faltassem ajuda e equilíbrio nas tarefas.

Martha G. Thomaz