CARIDADE

A caridade consiste em fazer o bem e evitar o mal.

Estudando-se a vida espiritual descobriu-se que os espíritos felizes são aqueles que viveram na Terra fazendo o bem, isto é, praticando a caridade.

Se é preciso fazer o bem para a gente ser feliz, devemos adotar a regra: — fora da caridade não há salvação.

Esta é a norma que o Espiritismo apresenta para todos os encarnados de boa vontade, que trabalham para o seu progresso.

Submetendo nossa vida à lei da caridade, nós nunca nos desviaremos do caminho do Dever e entraremos no mundo espiritual com a consciência tranquila.

A pessoa caridosa é paciente, é bondosa, é honesta e trabalhadora.

Não tem inveja de ninguém; não prejudica a seu próximo; não é soberba e não tem orgulho nem vaidades.

A pessoa caridosa não é ambiciosa; não é egoísta; não se irrita e não fala mal dos outros.

Quando precisa repreender alguém o faz com energia, sem magoar; inclusive procurando fazer isto em particular.

A pessoa caridosa é verdadeira e sincera; ama a justiça e a verdade.

A pessoa caridosa não se vinga e não guarda ódio; combate o mal, os vícios, os preconceitos e a hipocrisia.

Enfim, a pessoa caridosa faz aos outros somente aquilo que desejaria que os outros lhe fizessem.

A prática da caridade transformará a Terra em um paraíso; é por isso que o Espiritismo aponta como o caminho da felicidade a lei:

— Fora da caridade não há salvação.

Eliseu Rigonatti