45 - PERANTE A CODIFICAÇÃO

Recordemos constantemente ensinos insubstituíveis e sempre momentosos que iluminam as páginas da Codificação Kardequiana, de onde extratamos alguns breves tópicos:

"Assim como o Cristo disse: "Não vim destruir a lei, porém, cumprí-la", também o Espiritismo diz: "Não venho destruir a lei cristã, mas dar-lhe execução".

Nada ensina em contrário ao que ensinou o Cristo; mas desenvolve, completa e explica, em termos claros e para toda a gente, o que foi dito apenas sob forma alegórica".

(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

"Espiritas! amai-vos,este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. No Cristianismo se encontram todas as verdades; são de origem humana os erros que nele se enraizaram".

(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

"Os Espiritos superiores usam constantemente de linguagem digna, nobre, repassada da mais alta moralidade, escoimada de qualquer paixão inferior; a mais pura sabedoria lhes transparece dos conselhos, que objetivam sempre o nosso melhoramento e o bem da Humanidade".

(O Livro dos Espíritos)

"O homem não conhece os atos que praticou em suas existências pretéritas, mas pode sempre saber qual o gênero das faltas de que se tornou culpado e qual o cunho predominante do seu caráter. Bastará então julgar do que foi, não pelo que é, sim pelas suas tendências".

(O Livro dos Espíritos)

"A lei de Deus é a mesma para todos; porém, o mal depende principalmente da vontade que se tenha de o praticar. O bem é sempre o bem e o mal sempre o mal, qualquer que seja a posição do homem. Diferença só há quanto ao grau de responsabilidade.

(O Livro dos Espíritos)

"Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações infelizes".

(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

"Não podendo amar a Deus sem praticar a caridade para com o próximo, todos os deveres do homem se resumem nesta máxima: Fora da caridade não há salvação".

(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

"Medita estas coisas; ocupa-se nelas para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos". - Paulo (I Timóteo, 4:15)

André Luiz