ESPIRITISMO E NÓS

 

Se o doente solicita receita
e não aplica o remédio...
Se o aluno fichado na escola
não lhe frequenta as aulas...
Se o viajante necessita chegar à estação,
com passagem adquirida, e não toma o comboio...

Não culpe o médico, não acuse o professor, não reprova a condução, nem malsine a terra.

Assim também, o Espiritismo, junto de nós, quando lhe conhecemos os sagrados objetivos, sob a direção de Jesus.

Se nos reconhecemos necessitados de melhoria,

- se aspiramos à luz;

- se temos sede de paz;

- se queremos felicidade e não dispomos a usá-lo em nós, por instrumento da própria renovação, não nos queixemos senão de nós mesmos.

Albino Teixeira