PAIXÕES

Inclinações más podem deixar ao homem um clima momentâneo de satisfação pessoal, quando exercitadas, mas são compromissos que resultam em sofrimento, logo mais.

A necessidade induz ao trabalho.

Você, porém, deve adicionar satisfação pessoal em tudo o que faz, para não ser um autômato movido somente pela inspiração de seu estômago.

O perverso cava o mal.

A realização do homem, pelo constrangimento imposto a seu próximo, contudo, torna-se um fogo devorador da consciência, de que a criatura se liberta apenas pela dor e pelo amor vivenciado.

O caluniador transforma amigos em inimigos.

A vida, no entanto, o aguardará com os débitos que contraiu com a Humanidade, para cobrar-lhe o justo resgate, na hora precisa, se antes não houver corrigido seu ato de desatino.

O violento perverte seu próximo.

Enfrentará, após, muitos anos de tempestades de dor em seu próprio caminho, até que reajuste cada um dos corações que arrojou ao abismo da desolação.

Quem planeja intriga já fez o mal.

O intrigante, todavia, será chamado pela reencarnação expiatória, para pôr reparo em toda a sua obra deprimente.

Cabelos brancos somente são coroa de glória para aqueles que souberam pautar a sua vida no campo do amor ao próximo.

A paciência é o heroísmo dos misericordiosos.

Quem domina e torna retos os seus sentimenntos, vale mais que aquele que conquista uma cidade e semeia tribulações.

Você estabelecerá seus planos.

A decisão final, no entanto, vem sempre do Senhor da Vida.

Roque Jacintho