RECOMPENSA

A dor é o fruto que colhem os que erram.

Se você persegue momentos de felicidade, busque ajustar-se ao bem de seu próximo e, dentro da mesma lei de ação e reação que compele o semeador de espinhos a recolher espinhos, todo o seu ato de bondade recobrirá seus dias de muitas luzes.

Quem poupa energia desama seu filho.

Aquele que lhe devota amor, sabe dar-lhe compreensão justa e usar a energia na hora precisa, a fim de que a vida não venha ajustá-lo através de dores maiores que suprimirão a própria indisciplina.

O orgulho perece por falta de alimento espiritual.

O campo do humilde, porém, se cobrirá de princípios redentores e ele crescerá alimentado pelas noções que aprende e pelo amor que vivencia.

A alma dos ímpios tem fome.

Mas aquele que busca Jesus, seguindo os seus exemplos de amor ao próximo, terá com que saciar-se diante da vida.

Cada um receberá recompensas.

As dos que semeiam ventos, serão tempestades redentoras.

A dos que semeiam o bem será a luz do amor em suas sendas.

A vida nos dá o que lhe damos.

Roque Jacintho