J
JAVÉ Javé (Jeová) - Espírito Superior protetor da raça hebraica, que concedeu ao médium psicógrafo Moisés, em nome de Deus, o Decálogo, ou OS DEZ MANDAMENTOS da Lei de Deus, fenômeno idêntico aos que se processam hoje entre os médiuns espíritas. Bezerra de Menezes
JEJUM

Sabe-se que o jejum - abstenção ou redução na dose usual de alimentos, sólidos ou líquidos - constitui uma forma de penitência comum a várias religiões. Rodolfo Calligaris

Consiste o jejum moral no remorso das faltas graves que cometeis todos os dias para com Deus, transgredindo suas leis, deixando de praticar o amor e a caridade, entregando-vos ao orgulho, ao egoísmo, à inveja, vícios que muitas vezes não chegais mesmo a lobrigar no fundo de vossos corações(..).J B. Roustaing

JESUS Jesus foi um Revelador de primeiro plano, não porque haja trazido ao mundo, pela primeira vez, uma parcela da Verdade Suprema, mas pela forma de revestir essa Verdade, colocando-a ao alcance de todas as almas, e por ser também um dos excelso Espíritos, para não dizer o primeiro em elevação e perfeição, de quantos têm descido à Terra, cujo governador supremo é Ele. Angel Aguarod
JESUS E DEUS (...) Jesus sempre esteve com Deus, e por sua vez, sempre esteve com Jesus. A vontade de um sempre foi a do outro. São um pelo pensamento - uma vez tudo quanto o Cristo realizava e realiza ainda é sob a inspiração direta de Deus. A alma puríssima de Jesus é o cristalino espelho onde a vontade do Senhor dos Mundos se refelete soberana e misericordiosa. Deus é o Pai, Jesus é o filho. Deus é o soberano Universal, Causa Primária de todas as coisas, Inteligência Suprema do Universo, como o define o Espiritismo. Jesus é o seu embaixador na Terra. Martins Peralva
JOGADOR (..) O jogador é um parasita social que esquece todos os sentimentos nobres, e, à s vezes, a sua sede insaciável de outro leva-o a ponto de sacrificar a família, ou mesmo os semelhantes, à sua paixão. Léo Denis
JOGO O jogo é uma paixão funesta que pode arrastar o homem ao suicídio e fazer que ele se converta num dos seres mais egoístas da Terra.(..) Léo Denis
JOIO O joio é uma erva daninha, de tal semelhante ao trigo, que, ao brotar e crescer ao lado dele, dificilmente pode ser identificado de pronto. Hernani T. Sant'Anna
JORNALISMO ESPÍRITA No meio Espírita, como é óbvio, a situação muda inteiramente de figura. Ninguém faz profissão na imprensa espírita, ninguém recebe ordem para escrever desta ou daquela maneira. Tudo é espontâneo e desinteres-sado. A responsabilidade, por isso mesmo, torna-se muito maior ou mais grave. O jornalista profissional pode alegar em último caso: É a política do jornal e eu nada tenho com isso! O mesmo não se dá no meio espírita. O jornalista espírita, aquele que escreve pela e para a Doutrina, evidentemente não o faz por mero prazer intelectual, mas por um compromisso com a causa. Sente-se mais à vontade nesse campo de trabalho e procura ser útil, pois a seara espírita oferece muitas áreas de oportunidade. É um jornalismo de responsa-bilidade pessoal, acima de tudo, pois quem escreve para qualquer publicação espírita naturalmente pensa nas consequências de um artigo ou de um comentário, de vez que uma frase menos clara, uma afirmação nebulosa podem causar muita confusão. Deolindo Amorim
JUGO O jugo a que Jesus se reporta é justamente a sua Doutrina, o conhecimento e a prática das regras de bem-viver, expostos no Sermão da Montanha e na Revelação Espírita; é a prática do Amor, os deveres da Caridade, a consciência dos princípios das leis eternas e sua observância possível, divulgadas no alto do Sinai (...) Yvonne A. Pereira
JULGAMENTO

(..) julgamento espiritual (.) não é mais que o balanço instantâneo da consciência, que faz pronunciemos, nós mesmos, o veredicto que nos fixa a sorte no novo mundo onde vamos ingressar. Léon Denis

O dia do julgamento, em que os homens prestarão contas (..) é aquele em que o Espírito culpado, após a morte, faz uma instrospecção, observa a sua passada existência, seus crimes ou faltas e, tocado pelo remorso e pelo arrependimento, sofre a expiação, inevitavelmente seguida da reencarnação. J. B. Roustaing

JUSTIÇA

"A justiça coniste em cada um respeitar os direitos dos demais". (..) o critério da verdadeira justiça está em querer cada um para os outros o que para si mesmo quereria; e não querer para si o que quereria para os outros, o que absolutamente não é a mesma coisa(..) Allan Kardec

Educado, o sentimento de justiça será o sentimento salvador do indivíduo. Sentimento superior por excelência, no ser humano, ele sobrepuja a todos os outros e, por ser o que se apresenta com maior energia para a ação do indivíduo, é que na justiça procuram apoiar-se todas as injustiças que se cometem. Angel A,

JUSTIÇA DIVINA (..) a justiça soberana do Altíssimo: dar a cada um de acordo com o seu merecimento. Quanto à sua misericórida infinita, essa se patenteia na multiplicidade de meios que faculta a todos os seus filhos para que adquiram aquele divino sentimento, até possuí-lo em toda a sua plenitude (..) R. Hermínio
JUSTIÇA LEGAL (..) é a disposição que inclina a vontade do cidadão a dar à coletividade o que lhe é devido como bem geral. Esses deveres quase sempre são expressos em lei positiva. Ex. o pagamento de impostos, o serviço militar, obediência às leis e às autoridades. Ela transita no sentido vertical no nível indivíduo (ou grupos) para o nível comunidade (ou Estado). Ney Lobo
JUSTIÇA SOCIAL (..) uma sociedade estará regida pela justiça social se estiver estruturada de modo a garantir as condições para que todos os seus membros tenham oportunidade de obter o necessário para uma vida digna e decente e, mais ainda, para o seu desenvolvimento espiritual: intelectual e moral. (..) Ney Lobo
JUSTO

"Ser perfeitamente justo é atributo da Natureza Divina; sê-lo no mais alto grau das suas possibilidades é glória do homem". J. Arthur Findlay

O justo é aquele que se esforça por trilhar os caminhos do Senhor e por não sair deles; é o que pratica, em toda a extensão, as virtudes impostas aos homens como condição para chegarem a Deus; é o que pratica a verdadeira caridade; o que se oculta, vela seus atos e palavras, se faz humilde ante os homens e procura mesmo fazer-se humilde no segredo do coração (..) O justo é aquele que faz o bem sem egoísmo, sem idéia preconcebida, sem esperar o reconhecimento dos beneficiados ou o louvor dos indiferentes e, ainda mais, sem contar com a recompensa que possa obter do Mestre. O justo é aquele que tem fé, forte e tenaz, que não pode ser abalada, que a tudo resiste, fé bondosa para com todos, que não se impõe pela força, que se insinua pouco a pouco pelo exemplo e pela prática das boas obras (..). J. B. Roustaing

JUVENILIDADE (..) é seiva eterna do espírito imperecível. Fco. C. Xavier