O LIVRO DOS FLUÍDOS

O LIVRO DOS FLUÍDOS

Prefácio

Não pretende este livro ser um tratado de fluidologia espiritista. Aqui estão apenas alguns apontamentos, trazidos do Alto pela mediunidade de João Berbel. Seus autores espirituais - Eurípedes Barsanulfo, dr. Ismael Alonso y Alonso, Miguel de Alcântara e Maria Aparecida de Campos - quiseram simplesmente chamar a atenção para alguns aspectos importantes dessa vasta ciência tal como pode ser melhor vista e aclarada pela Espiritualidade.

A importância maior das dissertações desses Espíritos amigos pode ser equacionada de dois ângulos. De um lado, tenta mostrar, com uma linguagem simples, o enorme valor que o conhecimento e a ação correta dos fluidos, bem como das correntes energéticas por que eles se manifestam, representam como fundamento e direção a todos os trabalhos de índole espiritista. D'outro lado, tenta desmitificar, sem desvalorizar, a complexidade das conceituações excessivamente técnicas sobre o tema, e, a um só tempo, desmistificar, sem menosprezar, as práticas costumeiramente errôneas ou menos eficientes.

Assim, esta obra está num proposital meio termo de apresentação: tenta mostrar uma ciência pura sem desatá-la de imagens literárias dissertativas, e também do aspecto moral nela implícito dentro da visão filosófica espírita. Pelo contrário, tenta colorir e colocar, pelo recurso didático e emocional das letras, tanto quanto mais enfatizar, sempre e sempre, a prevalência do fio moral a conduzir qualquer abordagem genuinamente superior tendente a alcançar o nosso plano.

Aí também a finalidade principal deste esforço literário: servir de âncora moral no mar encapelado do tecnicismo, num tempo de excesso de informação e desinformação, de tanta miscelânea ideológica. E, além de almejar uma orientação segura para interpretar e praticar essa ciência dos fluidos e correntes, também motivar maior número de pessoas a ativar em si mesmas e nos outros o inaquilatável manancial de energia fluídica que cada qual tem em seu próprio ser, colocando-a, por opção cristã, a serviço da fé viva, da caridade atuante, do amor incondicional - virtudes que somente elas podem realmente elevar o Espírito.

Necessário lembrar que os Editores resolveram incluir algumas notas histórico-científicas precedendo os capítulos desenvolvidos pelos citados Autores espirituais. Com isso, e a pedido dos próprios Espíritos, pretendeu-se apenas reavivar momentaneamente na mente do leitor alguns caminhos que o específico assunto levado pelos Espíritos alcançou em nosso plano denso, no decorrer do tempo. Tais acréscimos dos Editores podem ser facilmente identificados por estarem em corpo itálico (deitado), e aqui dispensou-se a extensa bibliografia para não se tomar ainda mais espaço.

Pode-se também identificar facilmente a parte mediúnica do livro, porque, à exceção do introito intitulado Nossas metas, toda ela é constituída das respostas às perguntas por nós elaboradas.

Para essa nossa parte intrusa nas sábias dissertações dos nossos Amigos do Além pedimos sinceramente a compreensão do leitor quando se deparar com falhas, imperfeições e incompleteza de dados. Recebam-na como apenas uma frágil moldura tentando fazer sobressair, com o grosseiro lenho terrestre, o belo quadro com que os Espíritos nos encantam as vistas, o coração e a razão.

Que não cause também perplexidade a abordagem de assuntos aparentemente estranhos ao Espiritismo. Preocupou-nos enfatizar que ele é uma Ciência de infinita abrangência e que todas as ciências - antigas, presentes ou futuras - lhe podem dizer respeito, mormente no assunto aqui proposto: fluidologia.

Aqueles que pensam em contrário e julgam meritoriamente defender, com muito zelo e orgulho, um purismo doutrinário, na realidade faltam com a humildade kardequiana de colocar sua doutrina numa posição de transitoriedade relativística, agregadora de conhecimentos de toda parte e idade, sem sectarismo nem preconceito de espécie alguma.

Quando falamos em espiritismo, falamos em ciência. E que é o que se chamou ciência? Um infante, talvez ainda apenas um feto mergulhado indefeso na escuridão amniótica. Pois que são os frágeis duzentos anos do bebê-ciência diante dos bilhões de anos do Universo? Quantas ciências e ciências e ciências não rolariam com os mundos e seus seres, evos afora? E a Terra, os homens, estivemos, estamos e estaremos isolados desse abismo do espaço e desse abismo do tempo? Não! E sentimos o imenso Universo esmagar a nossa ignorância, apicaçar o nosso saber. E devemos ter humildade para reconhecê-lo, para valorizar isso ou aquilo, essa ou aquela doutrina ou disciplina, esse ou aquele conhecimento.

Estaremos satisfeitos se a nossa tão frágil parte terrestre de apoio contribuir, pelo menos um pouco, a impulsionar a ideia-síntese que os Mensageiros do Além tentam aqui passar-nos e com a qual definimos esta obra: tudo é fluido.'

Aí está, pois, uma obra que, sem maiores pretensões, tem o escopo principal de atingir com simplicidade de expressão linguística todos aqueles que se simpatizam com a belíssima Ciência Espírita, de cuja amplidão universal e imensa de fatos, conceitos e práticas espelha-se aqui apenas uma singela visão.

Que todos a recebam assim: como uma simples visão. Mas uma visão que vem forte do Além e da qual, ao seu impacto, os mais preparados possam sentir um despertar para novas abordagens, novos caminhos na rota analítica do espírito.

Os Editores
O LIVRO DOS FLUÍDOS FOI ELABORADO PELOS ESPÍRITOS: EURÍPEDES BARSANULFO; ISMAEL ALONSO; MIGUEL DE ALCÂNTARA; MARIA AP. DE CAMPOS.

..NOSSAS METAS

I - CONCEITO DE FLUÍDOS NA CIÊNCIA E NA HISTÓRIA

..1 - DA ELETRICIDADE E DO MAGNETISMO À ERA ATÔMICA
..2 - O ESPIRITISMO E A FUTURA ERA DOS FLUÍDOS
..3 - CONCEITOS METAFÍSICOS DE FLUÍDOS
..4 - CIÊNCIAS QUE VÊM DA ATLÂNTIDA
..5 - O PESO DO CONHECIMENTO HINDU
..6 - O MISTERIOSO TIBET
..7 - VIDA FLUÍDICA NO ANTIGO EGITO


II - NEBULOSOS CAMINHOS DOS FLUÍDOS E DO ESPÍRITO

..1 - CIÊNCIAS ANTIGAS: REALIDADE FLUÍDICA
..2 - A SOMBRA DO NÚMERO
..3 - UNIVERSO PROGRAMADO: MATEMATICAMENTE FINITO
..4 - A FEITICEIRA ASTROLOGIA
..5 - ALQUIMIA: O TRIUNFO DA UNIDADE
..6 - BUSCADO A UNIDADE, NA MATÉRIA E NO ESPÍRITO
..7 - CIÊNCIA MODERNA: INCERTEZAS

 

III - MATÉRIA E ESPÍRITO

..1 - FLUÍDOS MATERIAIS E FLUÍDOS ESPIRITUAIS
..2 - DA TEURGIA AO ESPIRITISMO
..3 - FLUÍDOS: AQUÉM E ALÉM DO ESPIRITISMO
..4 - FLUÍDOS: AURA, PERISPÍRITO
..5 - COMPROVAÇÃO EXPERIMENTAL DE FLUÍDOS

 

IV - ECTOPLASMIA

..1 - ECTOPLASMIA NA HISTÓRIA CIENTÍFICA
..2 - CURA PELO ECTOPLASMA
..3 - ECTOPLASMA E KARDECISMO
..4 - QUÍMICA, FÍSICA E BIOLOGIA DO ECTOPLASMA
..5 - GÊNESE, TRANSFORMISMO, FINS DO ECTOPLASMA

 

..CLASSIFICAÇÃO E AÇÃO DOS FLUÍDOS
..FLUÍDOS NOS REINOS MINERAL E VEGETAL
..FLUÍDOS, RADIAÇÕES, MEDIUNIDADE
..LUZ, FLUÍDOS, EVOLUÇÃO
..AÇÃO FLUÍDICA DOS OVÓIDES
..PASSES, FLUÍDOS
..MESMER ENTRA EM CENA
..FÉ, VONTADE E MAGNETISMO CURADOR
..APOMETRIA E FLUÍDOS
..CORRENTES MENTO-MAGNÉTICAS
..CHACRAS E FLUÍDOS
..ACUPULTURA E DISCIPLINAS AFINS
..POSFÁCIO