PSICOGRAFIA

Registro do pensamento do espírito pela escrita, feita através das mãos do médium. É o meio de comunicação mais simples, fácil, completo, cômodo e duradouro. Presta-se à transmissão de uma simples frase, como até de livros completos.

Todos os esforços devem ser envidados para o seu desenvolvimento, pois permite o estabelecimento de comunicações escritas por parte dos espíritos, tão continuadas, regulares e perfeitas como as existentes entre os encarnados. Pela psicografia, torna-se mais fácil conhecer, apreciar e julgar as virtudes e o grau de evoluução do espírito comunicante, além de seus pensamentos mais íntimos.

A identidade do espírito fica mais caracterizada e as idéias, fatos ou ensinamentos que pretende transmitir bem mais analisáveis e assimiláveis. Nesse tipo de manifestação ou comunicação, pode o espírito agir diretamente sobre a mão do médium, dando-lhe um impulso mecânico que o faz escrever involuntária, independennte e inconscientemente.

O espírito pode também atuar soobre a mente do médium, transmitindo-lhe seu pensamento. Nesse caso, o médium escreve involuntária ou intuitivamente, mas pode ter alguma consciência do que está psicografando. Foi principalmente por meio da psicografia que Allan Kardec obteve grande parte das informações espirituais, através de diferentes médiuns, em diversas partes do mundo, analisando-as e pesquisando-as, à luz da razão, para erigir o bloco monolítico da codificação espírita.

Através da psicografia de Chico Xavier, Divaldo Pereira Franco e muitos outros médiuns contemporâneos, vêm-se mantendo, de forma segura e permanente, o fluxo de informações entre os planos físico e espiritual, preservando a pureza e a atualidade dos ensinamentos espíritas.

Ariovaldo Caversan

PSICOGRAFIA

( ... ) a transmissão do pensamento do Espírito, mediante a escrita feita com a mão do médium. (Ref.110, P.2, cap.12, it.146, p.192)

( ... ) É a escrita psíquica. O Espírito se manifesta escrevendo a sua mensagem, e a manifestação é tanto mais perfeita quando menos consciente é o médium. (Ref.089, Dos fenômenos subjetivos, p.280)

Ver também MÉDIUM ESCREVENTE e MEDIUNIDADE MECÂNICA

Psicografia Indireta

Chamamos psicografia indireta à escrita assim obtida [com o auxílio de cesta-pião, cesta de bico, mesa pequenina, prancheta, etc.]. em contraposição à psicografia direta ou manual, obtida pelo próprio médium. ( ... ) (O Livro dos Médiuns, P.2, cap.13, it.157, p.201)

( ... ) a escrita obtida com um lápis adaptado a um objeto qualquer que lhe serve de suporte. ( ... ) (Além do inconsciente, cap.3, p.171)

PSICÓGRAFO AUTOMÁTICO

( ... ) Diz-se automático o psicógrafo que ignora totalmente o que a própria mão escreve ( ... ). (Além do inconsciente, cap.3, p.130)

Ver também MÉDIUM MECÂNICO

PSICÓGRAFO SEMI-AUTOMÁTICO

( ... ) aquele que tem consciência da mensagem, apesar da assinalada autonomia do membro superior. ( ... ) (Além do inconsciente, cap.3, p.130)

Ver também MÉDIUM SEMIMECÂNICO