REVOLUÇÃO DOS ÍNDIGOS E CRISTAIS

Revolução dos Índigos e Cristais

Eles estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais.

São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações.

As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão.

As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta.

Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma.

A ascensão é a elevação da frequência vibratória dos nossos campos energético, até as oitavas mais elevadas de luz, é o processo de aumento do nosso quociente de luz interior, a fusão com nossa verdadeira natureza.

Ascender é reconhecer nossa matriz divina e recuperar a consciência de quem realmente somos.

O processo de ascensão é nosso caminho de reencontro com Deus, ao mesmo tempo que trazemos Deus para se manifestar em nossa personalidade.

Neste aspecto podemos dizer que a ascensão é na realidade uma descensão, ou seja, é o processo de trazer a luz a nossa mônada (ou presença EU SOU) para se manifestar e expressar através da nossa personalidade.

E com a manifestação da luz na Terra, estamos realizando nosso propósito divino no planeta.

O planeta Terra está passando atualmente pelo processo de ascensão planetária, que é um processo natural que ocorre a todos os planetas num estágio específico de sua evolução.

Ao mesmo tempo em que sua frequência fica mais refinada e sua vibração vai chegando a oitavas superiores, os seres que habitam o planeta, também são modificados pela nova frequência.

Dessa forma, a ascensão pessoal é uma consequência da ascensão planetária e vice-versa. E é exatamente isso que estamos vivendo em nossos dias atuais.

A ascensão pessoal ocorre com a participação ativa do indivíduo.

Quanto mais consciência tiver o ser desse processo, mais ele pode acelerá-lo e à medida que mais pessoas vão despertando e se voltando para aceleração consciente do processo de ascensão, os seres humanos vão auxiliando o planeta em sua mudança e isso faz com que mudança de vibração posa ocorrer sem grandes complicações (cataclismos, desastres,acidentes causados pela natureza se reequilibrando, etc.).

Se a frequência dos habitantes também se eleva juntamente com a do planeta a mudança ocorre de forma harmônica e natural, pois os habitantes dão a sustentação energética que o planeta precisa.

O processo de ascensão se encontra intimamente ligado com o processo de iniciação: ” A palavra iniciação provém de uma raiz latina que significa começar.

A iniciação pode ser considerada um novo começo, a transformação para uma nova forma de ser”.

Uma analogia utilizada pelo mestre Djwhal Khul é que uma iniciação seria como a passagem através de um portal.

Existem duas maneiras pelas quais podemos definir uma iniciação espiritual – em termos do seu significado ou de sua mecânica subjacente.

Se olharmos para o significado interno de uma iniciação, um boa maneira de de defini-la seria dizer que é um processo que nos torna “mais conscientes de nós mesmos como almas encarnadas”.

A iniciação pode aumentar diretamente esse estado de consciência, ao passo que pode fazer como que esse estado evolua através da melhora de algum traço ou característica,por exemplo: a capacidade de experiemtar o amor incondicional.

Se olharmos para as iniciações em termos de mecânica, uma boa definição é:

“Uma iniciação é como uma sequência progressiva de impactos direcionados de energia”.

Do ponto de vista holístico a iniciação implica uma transformação permanente nos campos de energia dos seus corpos sutis, é importante entender que a iniciação não está ligada ao aprendizado intelectual, mas é uma mudança permanente na sua estrutura e portanto no seu ser.

Por Paulo Coutinho • Postado em Espiritualidade