A CONSTITUIÇÃO DIVINA

"DE CÉSAR E DE DEUS"

Constituição - define o Novo Dicionário Aurélio - é a "Lei fundamental e suprema dum Estado, que contém normas respeitantes à formação dos poderes públicos, forma de governo, distribuição de competências, direitos e deveres dos cidadãos, etc."

A nova Carta Magna de nosso país, a despeito de suas falhas, representa um respeitável esforço para a formação de uma sociedade mais justa e feliz.

O grande problema das constituições é que exigem fiscalização para que sejam cumpridas. E como o Estado é impotente para fazê-lo em plenitude, situam-se como letra morta para considerável parcela da população, particularmente para aqueles que detêm a riqueza e o poder ou que, simplesmente, usam de esperteza, consagrada entre nós como o "jeitinho brasileiro" de descumprir as leis.

Acima das leis humanas, transitórias e imperfeitas, há uma Legislação Divina, que independe de organismos policiais, porquanto vige na intimidade de nossa própria consciência, premiando-nos com a felicidade quando a observamos ou corrigindo-nos com o sofrimento, quando dela nos distanciamos.

Na terceira parte de "O Livro dos Espíritos", Allan Kardec desenvolve oportuno estudo a respeito do assunto, apresentando-nos as seguintes leis:

Lei de Adoração.
Lei do Trabalho.
Lei de Reprodução.
Lei de Conservação.
Lei de Destruição.
Lei de Sociedade.
Lei do Progresso.
Lei de Igualdade.
Lei de Liberdade.
Lei de Justiça, de Amor e de Caridade.

Configuram, em conjunto, a Lei Divina ou Natural, um precioso roteiro para que nos disponhamos a cumprir a vontade de Deus.

Aqui abordamos singelamente algumas questões propostas pelo Codificador, cujas respostas revelam princípios universais que serão plenamente assimilados pelos legisladores do futuro, em sociedades integradas na Vida Universal e perfeitamente conscientes da Paternidade Divina.

Não obstante nossas limitações de aprendiz, anima-nos o propósito de contribuir para o estudo metódico e disciplinado de "O Livro dos Espíritos" nos agrupamentos espíritas.

Entendemos que nos tempos conturbados em que vivemos é importante saber o que Deus espera de nós, dispondo-nos ao respeito pelas instituições e à observância das Leis da Terra como parte de nosso empenho por cumprir as Leis do Céu, segundo nos ensinou Jesus, o Mestre Supremo, ao proclamar:

"A César o que é de César e a Deus o que é de Deus."

Richard Simonetti

..DA LEI DIVINA OU NATURAL
..DA LEI DE ADORAÇÃO
..DA LEI DO TRABALHO
..DA LEI DE REPRODUÇÃO
..DA LEI DE CONSERVAÇÃO
..DA LEI DE DESTRUIÇÃO
..DA LEI DE SOCIEDADE
..DA LEI DO PROGRESSO
..DA LEI DE IGUALDADE
..DA LEI DE LIBERDADE
..DA LEI DE JUSTIÇA, AMOR E DE CARIDADE
..DA PERFEIÇÃO MORAL