BENEFICÊNCIA

 

Maria Dolores

 

Ante a pessoa que sofre,

Nunca digas “impossível.”

Nas sendas de qualquer nível,

Podes doar do que tens;

Para os outros, muitas vezes,

Na prova amarga como é,

Uma só frase de fé

Define o maior dos bens.

 

Poucos sabem quanto valem

Para uma casa singela

Alguns metros de flanela

Em forma de cobertor,

O pão cortado aos pedaços

Para conforto da mesa,

A força da gentileza

De quem oferta uma flor.

 

Enxuga com teu sorriso

A lágrima que te alcança,

Estende alguma esperança

A quem se note sem luz;

Qualquer migalha de auxilio

E plantação que se faz,

Rendendo frutos de paz

Nos créditos de Jesus.

 

Do livro A Vida Conta. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.