NA  SENDA  DE  TODOS

Emmanuel

Pois ao que tem se lhe dará e terá em abundância;

 mas ao que não tem, até o que tem lhe será 'tirado,

- Jesus.  (Mateus, 13:12,)

 

Quanto mais tiveres:

posses sem utilidade;

títulos sem aplicação;

conhecimento sem trabalho;

poder sem benevolência;

objetos sem uso;

relações sem proveito;

 

menos livre te reconhecerás para ser feliz.

Decerto que a independência não quer diz r impassibilidade à frente da vida; é razoável possuas reservas amoedadas, mas é importante se mantenham colocadas a serviço do amparo e do progresso comunitários; que te exornes com lauréis terrenos, entretanto, mobilizando-os em auxílio dos semelhantes; que entesoures cultura, todavia, utilizando-lhe as possibilidades em benefício do próximo; que disponhas de autoridade, contudo, manejando-a na administração da bondade e da justiça; que conserves pertences diversos para conforto e apresentação individuais, doando, porém, o supérfluo no socorro aos que sofrem na retaguarda; que contes com legiões de amigos, mas buscando motivá-los para as obras da beneficência e da educação.

Quanto mais retivermos do que somos e temos, em louvor do próprio egoísmo, eis-nos mais escravos da sombra em que se expressa o domínio do eu; estejamos, porém, convencidos de que, quanto mais dermos do que somos e temos, em apoio dos outros, mais livres nos tornamos para assimilar e esparzir a luz que entretece o Reino de Deus.

 

Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier. Do livro “Bênção de Paz"