NA  ESCOLA  DA  CONFIANÇA

Emmanuel

 

Porque andamos por fé e não por visão. - Paulo.

(Coríntios, 5:7.)

 

Terás  conhecido horas inolvidáveis de alegria e de paz junto dos seres queridos, na exaltação da ventura doméstica; no entanto, é possível tenhas o c'oração defrontado por amargas crises de provação, com as quais não contavas. .. Esse é o dia de tua fé no poder da paciência.

No círculo de tuas experiências mais nobres conseguiste amontoar muitos anos de ação pacífica, sob o respeito e a simpatia de quantos te compartilham a caminhada terrestre; contudo, é provável apareçam dificuldades a te ensombrarem os quadros de serviço, atraindo a crítica impiedosa, e sofres com isso, qual se estivesses varando chuva de fogo. .. Esse é o dia de tua fé no poder do trabalho.

Por tempo indeterminado cumpriste austeramente os deveres que a vida te assinalou, angariando acatamento e carinho em derredor de teu nome, mas é possível que a inveja e o despeito te arremessem lodo sobre a existência, torturando-te a sensibilidade. .. Esse é o dia de tua fé no poder do perdão.

Acolheste os entes queridos que te reconfortam a alma por riquezas eternas, oferecendo, às vezes, a própria vida para que nada lhes falte de bom e belo à sustentação; entretanto, talvez encontres a ventania da incompreensão pela frente, arrancando-te muitos deles ao escrínio do afeto, qual se eles, os entes amados, te viessem a ferir com punhaladas de ingratidão. .. Esse é o dia de tua fé no poder do amor.

A cultura da fé positiva, sem dúvida, qual acontece à cultura da inteligência, não se adquire por osmose; há que ser aprendida, exercitada, sofrida, assimilada e consolidada a pouco e pouco.

Abençoa, pois, os teus dias de prova e de aflição, porquanto através deles obterás a confiança perfeita em Deus, entendendo, por fim, toda a significação da sentença do apóstolo Paulo: andamos por fé e não por visão.

 

Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier. Do livro “Bênção de Paz"