ELA  PASSA

Auta de Souza

 

                                      Ela passa e o consolo se irradia

                                      Qual a brisa de essência misteriosa,

                                      A esperança aparece com a rosa

                                      No espinheiro da sombra e da agonia...

 

                                      Ela passa e um sussurro de alegria

                                      Sobe em prece na noite tenebrosa,

                                      Traz em torno sublime nebulosa,

                                      Onde a vida celeste principia!  

 

                                      Ela passa e ninguém lhe sabe a crença,

                                      É tão-só Caridade... Luz suspensa

                                      Sobre as dores que a lágrima descerra!

 

                                      Ei-la divina! E vê-la onde passa,

                                      Sem distinção de credo, nome e raça,

                                      A presença do Cristo sobre a Terra!...

 

Extraído do livro Bênçãos de Amor. Autores Diversos

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.