Cantiga  em  Caminho

Maria Dolores

 

Quando a prova te procure

Ao rigor de ásperos lances,

Alma boa, não te cances,

Em desespero e pesar!

 

Tribulação, muitas vezes

É o apoio que te escora,

De que não vês por agora,

Toda a expressão tutelar.

 

Ao invés de lastimar-te,

Observa, alma querida,

Vem a dor a cada vida,

Ninguém escapa ao sofrer!...

 

Quem julgas feliz e forte,

Talvez carregue consigo

Desventura e desabrigo

Por dentro do próprio ser.

 

Não esmoreças. Trabalha,

Ampara, ergue, auxilia,

A esperança, dia a dia,

É o maior de nossos bens.

 

Não te vends à tristeza,

Eis qe o tempo nos reclama,

Feliz quem se esquece e ama,

Na senda em que se conduz.

 

Sigamos. Na estrada nova,

Sov a fé que nos invade,

Ante o Sol da Caridade,

O companheiro é Jesus.

 

ESTRADAS E DESTINOS - Francisco Cândido Xavier - Espíritos Diversos