LIVRO  DA  ESPERANÇA

Emmanuel

PREFÁCIO

Leitor amigo: este livro, (1), gravitando em torno de o Evangelho.

 segundo o Espiritismo, cujas consolações e raciocínios pretende pálidamente refletir, não tem, outro objetivo senão convidar-nos ao estudo das sempre novas palavras de Cristo.

 Muitos homens doutos falaram, delas, através do tempo e alguns deles, decerto com a melhor intenção, alteraram-lhes, de algum modo, o sentido, para acomodá-las aos climas sociais e políticos em que vivem.

 “Os Espíritos do Senhor, que são as virtudes do Céu”, entretanto, voltaram a interpretá-las, em sua expressão pura e simples, reafirmando-nos que, hoje quanto ontem, é possível a cada um de nós ouvir Jesus, no âmago da alma, a repetir-nos com.

 segurança: “aquele que me segue não anda em trevas” (2).

Das esferas superiores, tornaram, os mensageiros da Providência Divina, asseverando que Ele vive para sempre, junto de nós, sem.

 desesperar de nossas fraquezas. . .

 Mestre abnegado, repete, indefinidamente, a mesma lição milhares de vezes; orientador, dá-nos serviço e aponta-nos o rumo certo na estrada a palmilhar; amigo, compreende-nos as faltas e incorreções, sem privar-nos de auxilio; companheiro caminha conosco, alentando-nos os sonhos, multiplicando-nos, as alegrias das horas sem nuvens e enxugando- nos as lágrimas, nos dias de provação e desalento, sem humilhar-nos a pequenez.

 Peregrinos da evolução, que todos ainda somos, - os que lutamos por regenerar -nos, melhorar-nos e aprimorar-nos na Terra,, na condição de encarnados e desencarnados, -ouçamos, com Allan Kardec,, a explicação clara dos princípios evangélicos, que nos certificam de que ninguém está desamparado , que todos os homens são filhos de Deus e que nenhum é órfão de consolação e ensinamento, desde que, se apresente nas fontes vivas da Boa Nova, de espírito renovado e coração sincero!.

 É por isso, leitor amigo, que em nos associando aos teus anseios de sublimação,que se nos irmanam na mesma trilha de, necessidade e confiança, diante do Primeiro Centenário do “0 Evangelho segundo o Espiritismo”, nós te rogamos permissão para nomear este livro despretensioso de servidor reconhecido, como sendo Livro da Esperança.

 Emmanuel Uberaba, 18 de Abril de 1964  

 

Extraído do livro " O Livro da Esperança" de EMMANUEL e
psicografado por FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER