DÉCIMAS  PARA  O  AMOR

 

  Rogaciano Leite

 

Brigue de sombra, sorrateiro, passa,

Amar não é expandir-se

Em termos de exaltação,

Sete cores nas palavras,

Coroando a louvação!

Não é a ardente promessa

Que quase sempre professa

Do sentimento o valor!

Não é nos lábios a jura

Que com certeza assegura

A eternidade do Amor!

 

Não é o vínculo frágil

Da intempestiva paixão,

Que à maneira como surge

Se desfaz no coração!

Como o sopro da tormenta

Que deixa marca violenta,

Para depressa partir!

Que tem o sentido breve,

Dura o tempo do interesse,

Pois antes que aparecesse

Já começa a ruir!

 

Não! Não! O Amor verdadeiro

A mais alto nos conduz,

Por estradas de renúncias

Alcatifadas de luz!

 

É árvore generosa

Na gleba do coração!

Na benção da Caridade,

Só dá frutos da Bondade,

Só dá flores do Perdão!

 

                                                          

 

 Livro Mais Vida - Chico Xavier