PRESENTES  DE  AMOR

André Luiz

Quando você houver beneficiado a alguém, consolide a sua bondade com o silêncio sobre a dádiva para que você não humilhe quem a recebe

 Não se oponha contra quem fale pelo simples prazer da contradita

 Preste uma informação sem desprimorar quem a solicita

 Converse sem desejar parecer maior ou melhor que os circunstantes,  Habitue-se a evitar confrontações para não ferir as suscetibilidades de quem ouve

 Tolere o apontamento menos feliz de algum amigo sem irritação e sem revide

 Cultive a paciência nos momentos difíceis, abstendo-se de agravar tribulações e problemas

 Não tente o coração alheio com promessas que não deseje e nem possa cumprir

 Atenda ao bem pela alegria de servir, sem cobrar atributos de gratidão

 Não exija a cooperação dos outros em tarefas que você possa realizar por si mesmo

 Espalhando esses presentes de amor estará você efetuando na organização cambial da vida os seus melhores investimentos de paz e felicidade


De “Respostas da Vida”, de Francisco Cândido Xavier