EM  SEU  AUXÍLIO

André Luiz

 

 Conserve a própria fé, por tal modo, que você não possa se afligir, excessivamente, em nenhuma dificuldade.

          Guarde otimismo, com tamanha elevação que os contratempos da vida não lhe venham a ferir.

          Habitue-se à tolerância com tanta fidelidade, que consiga se ver sempre na posição da pessoa menos simpática, evitando ressentimento ou a censura.

          Cultive o amor ao próximo, com tanto empenho que você não consiga fixar-se em qualquer aversão.

          Creia na influência e na vitória do bem, com tanta convicção, que não possa prender-se à qualquer idéia do mal.

          Sustente a própria compreensão, de tal maneira, que não disponha de meios para ver inimigos e sim amigos e instrutores, em toda parte.

          Resguarde-se no trabalho, com tanta dedicação ao bem, que não conte com qualquer ensejo de atrapalhar aos outros.

          Faça o melhor que puder, em qualquer situação, com tamanho devotamento à felicidade alheia que não sofra arrependimento ou remorso, em tempos de crise.

          Atenda à harmonia, onde estiver, com tanta pontualidade, que não encontre motivos para perder a própria segurança.

          Consagre-se a descobrir o "lado bom" das criaturas e das situações, com tanta pertinácia, que não ache oportunidade para criticar a ninguém.

          Se fizermos isso, estejamos certos de que assim venceremos.

 

Psicografia de Francisco Cândido Xavier

Livro: Respostas da Vida