7 - CRUELDADE

O sentimento de crueldade representa o que há de pior no instinto de destruição; porém, é preciso salientar que se a destruição é, por vezes, uma necessidade circunstancial, não significa ser ela um endosso para que a crueldade se manifeste.

Esta é sempre o resultado da má índole de algumas criaturas atrasadas moralmente, preocupadas apenas com seu bem-estar social.

A crueldade se apresenta de forma predominante em povos primitivos, porque para eles a matéria se sobrepõe ao Espírito.

Em decorrência, deixam-se dominar pelos seus instintos selvagens e, por não aspirarem a outras necessidades além das impostas pelo corpo fisico, só se interessam pela sua sobrevivência pessoal; conseqüentemente, são presas fáceis do sentimento de crueldade que tanto assola os seres humanos.

Estes povos, por terem ainda pouco desenvolvimento moral, entregam-se à influência de Espíritos igualmente imperfeitos, que se comprazem no sofrimento de suas vítimas. Tal cumplicidade entre os Espíritos e os encarnados será enfraquecida a partir do momento em que povos mais adiantados moralmente venham anular esta influência negativa.

Mas é preciso esclarecer que se a crueldade se manifesta, é tão somente porque o senso moral não está devidamente desenvolvido, mas não que está ausente; porque ele existe, em princípio, em todos os homens; é esse senso moral que os transforma mais tarde em seres bons e humanos. Ele existe no selvagem como o princípio do aroma de uma flor que ainda não se abriu (LE, 754).

Os Espíritos inferiores podem encarnar entre pessoas mais evoluídas, na esperança de progredirem mais depressa, mas geralmente a prova se lhes torna penosa; sua natureza inferior os domina, e por isso tornam-se cruéis para com aqueles que já sabem viver pacificamente. Contudo, sob o imperativo da Lei do Progresso, eles evoluirão gradativamente; aos poucos, as leis humanas, mais e mais centradas nas leis divinas, limitarão a ação dos maus, até que estes se sintam totalmente deslocados.

Assim é que impulsionados pelo mecanismo evolutivo que rege o Universo, os homens de índole cmel renascerão inúmeras vezes, em invólucros cada vez mais de acordo com suas necessidades evolutivas.

Equipe de Ensino FEESP

AUTOCRUELDADE
CRUELDADE - LE.
INQUIETAÇÃO E CRUELDADE