MEDIUNIDADE E OBSESSÃO
EM CRIANÇAS

Suely Caldas Schubert volta a nos presentear com mais um trabalho que, como os anteriores já publicados, contém ensinamentos e soluções para os problemas que surgem em nossas vivências familiares, sociais e nas tarefas empenhadas no labor espírita.

A presente obra, tão necessária e adequada às múltiplas situações que deparamos na análise da criança em nossos dias, vem enriquecer a literatura espírita por concentrar em apenas um livro muitas respostas aos questionamentos que muitos de nós fazemos com relação ao comportamento infantil.

Na visão espírita, a autora soube, de forma simples e objetiva, esclarecer a quantos se sentem, no trato com a criança, com dificuldades de entendimento, ao se depararem com males que se expressam em comportamentos agresssivos ou apáticos, suicídios, doenças degenerativas, processos obsessivos e outros desequilíbrios desafiando a todos aqueles que buscam soluções adequadas ao bem-estar da família.

Com suas narrativas e seu conhecimento alicerçados em experiências no atendimento fraterno na casa espírita, ela nos oferece elucidações seguras e orientações que facilitam sobremaneira o entendimento de várias questões inerentes ao comportamento infantil, analisadas sempre à luz da Doutrina Espírita.

Logo no início do primeiro capítulo ela define a criança como um ser ímpar, com suas aptidões e diferenças de comportamento, trazendo de outras vidas uma bagagem de experiências que irá definir sua personalidade atual. Chama nossa atenção para o estudo do desenvolvimento da criança, que, ao lado do crescimento físico, deverá ser entendido em sua visão integral com o progresso emocional, intelectual e espiritual. Esta visão mais ampla facilitará a compreensão da diversidade de comportamentos da criança em seu mundo.

No cap. III, comenta com segurança os processos cármicos, facilitando nosso entendimento em torno das causas de muitas agressões físicas e psíquicas que originam traumas e lesões na alma infantil. Estas noções nos ajudarão a utilizar recursos no enfrentamento da violência que desestrutura o grupo familiar.

A autora esclarece, também, o tema, tão discutível no meio espírita, da mediunidade na criança e como devemos proceder em relação aos procedimentos compatíveis com sua faixa etária. Analisa, com sua experiência no campo da mediunidade, a obsessão na infância, levando-nos ao conhecimento da terapia espírita no atendimento do infante com distúrbios obsessivos. Com explicações convincentes, baseada na literatura espírita e nas orientações dos mentores espirituais, esclarece como ficam as crianças no mundo espiritual.

Este trabalho nos fará conhecer a alma infantil em sua trajetória evolutiva e, acertadamente, nos levará a concluir que somente a terapia do amor propiciará a todos nós soluções mais eficazes para minimizar as dificuldades que todos enfrentamos, quando as dores superlativas vigem no meio familiar e social, resultantes da violência e do desamor na primeira fase do desenvolvimento infantil.

Suely nos diz: "Hoje sabemos que o amor é, também, uma terapia que alcança o cerne da alma. Suas propriedades curativas estão à disposição de todos, como filhos de Deus, que nos criou no Supremo Amor. "

A solicitação da autora, querida amiga e companheira das lides espíritas há muitas décadas, para que eu prefaciasse este trabalho, tem um significado profundo para meu espírito. Com ela aprendi lições de perseverança, compreensão e generosidade nas tarefas espíritas que enriquecem nossas vidas, propiciando-nos ressarcir compromissos, resgatar valores ontem menosprezados pela imaturidade espiritual, enriquecendo-nos de bênçãos na atual existência.

Certamente todos nós seremos beneficiados pelos ensinamentos deste trabalho, que poderão dissipar dúvidas, oferecer soluções nas tarefas de evangelização infantil, orientar com mais acerto as terapias e os recursos espíritas voltados para esta fase existencial e com maior segurança iremos entender o porquê de tantos problemas e empecilhos ao desenvolvimento da criança de forma saudável e equilibrada.

Com o pensamento de Suely, encerro meus comentários reafirmando: "Para todos os casos e tipos de vivência, a Doutrina Espírita dispõe de recursos extremamente benéficos que atenuam, reconfortam e reestruturam aqueles cuja vida, por muito sofrida, requer uma terapêutica de profundidade, que remonta a causa principal, o cerne de tudo, que é o espírito imortal. "

Busquemos, assim, através do amor, os recursos necessários no trato com os sofredores e em especial às crianças que cheguem até nós, carentes de afeto e compreensão,

Lucy Dias Ramos (Lucy é dirigente espírita, escritora, articulista dos principais periódicos espíritas)

CAPÍTULO I
..CRIANÇA ..QUEM É A CRIANÇA
CAPÍTULO 2
..PROGRAMAÇÃO ESP. DO REENCARNANTE  
CAPÍTULO 3
..PROCESSOS CÁRMICOS ..POR QUE A CRIANÇA SOFRE?
CAPÍTULO 4
..REJEIÇÃO E AVERSÃO DOS PAIS  
CAPÍTULO 5
..EXPLICANDO A MEDIUNIDADE  
CAPÍTULO 6
..MEDIUNIDADE NA INFÂNCIA ..O AMIGO INVISÍVEL
CAPÍTULO 7
..COMO PROCEDER QUANDO A ..CRIANÇA É MÉDIUM
CAPÍTULO 8
..OBSESSÃO: O QUE É?  
CAPÍTULO 9
..OBSESSÃO NA INFÂNCIA ..POR QUE OCORRE?
CAPÍTULO 10
..A CRIANÇA OBSIDIADA ..COMO PROCEDER?
CAPÍTULO 11
..TENDÊNCIA AO SUICÍDIO NA INFÂNCIA  
CAPÍTULO 12
..OBSESSÃO NA FAMÍLIA  
CAPÍTULO 13
..APÓS A DESENCARNAÇÃO ..COMO FICAM AS CRIANÇAS?
CAPÍTULO 14
..QUEM É O ANJO-DE-GUARDA  
CAPÍTULO 15
..CRIANÇAS: ..PRODÍGIO E MEDIUNIDADE
CAPÍTULO 16
..A TERAPIA DO AMOR  
CAPÍTULO 17
..CONSIDERAÇÕES FINAIS