AGORA

A Samaria era uma região diferente na antiga Palestina.

Encravada entre a Judéia e a Galiléia, seu povo sofria o preconceito dos judeus ortodoxos, em razão de divergências nas interpretações das antigas escrituras.

Por isso, os episódios de Jesus envolvendo samaritanos assumem significado especial.

À beira do poço de Jacó, ele anuncia a "água viva" à mulher samaritana, que se surpreende pelo fato de o Mestre, sendo judeu, dirigir-se a ela, considerada estrangeira.

Na parábola inesquecível, o Messias recorre à figura de um samaritano para personificar a solidariedade.

Tais passagens têm alcance profundo, pois indicam que o amor de Deus é dirigido a todas as criaturas, e que todos, independente de tradição cultural e religiosa, podem fazer o Bem, melhorando o meio em que vivem.

Se você já descobriu a luz dos ensinamentos evangélicos, mas se sente incapaz de fazer o bem em razão de erros cometidos no passado, recorde Jesus e a sua conduta para com os samaritanos.

O Mestre não exigiu modelos de perfeição para que sua palavra fosse levada adiante.

Se você já descobriu um horizonte novo, e pretende viver a grande mensagem, através da caridade, lembre-se de que o melhor momento para ajudar o próximo é agora.

Quem quer reviver a solidariedade no mundo, perdoa sempre.

O mal que você, possivelmente, tenha feito ontem, será compensado pelo bem que começara a fazer agora.

Aprenda a ser feliz com a felicidade dos outros, superando o egoísmo, e a luz que você descobriu em Jesus passará a brilhar também no seu espírito.

Servílio Marrone