ALICERCES

A coerência doutrinária é a maior contribuição que podemos oferecer à causa espírita.

Jesus não nos pede atos isolados de heroísmo. Basta a vivência diária de seus ensinos.

Ele não espera que transformemos os outros. Conta apenas com o nosso esforço em favor da própria REFORMA ÍNTIMA.

Avaliemos nossas responsabilidades no grave momento por que passa a humanidade.

Mais do que um movimento grande, é necessário um movimento consciente dos ideais espíritas.

Em meio a esse cenário, o papel da Casa Espírita reveste-se de importância, face ao elenco de atividades a que está destinada.

Um centro espírita não se constrói apenas com material de alvenaria.

São essenciais, também, conhecimento doutrinário e vivência cristã, a fim de que os alicerces morais suportem os embates naturais da marcha.

Conscientizemo-nos de nossas responsabilidades, para que possamos refletir a mensagem libertadora que o Espiritismo traz aos homens.

Sobretudo, confiemos em Deus e em nós mesmos, a fim de consolidarmos a transição em nosso mundo interior, única maneira de contribuirmos para a modificação da sociedade.

Gustavo Marcondes