PREVENÇÃO DE ENFERMIDADES

Das enfermidades adquiridas ao longo da vida na Terra, grande parte resulta do desequilíbrio no campo da emoção e do pensamento.

Preocupações exageradas em torno de problemas próprios de cada existência abalam o sistema imunológico, abrindo caminho para a instalação de diversas moléstias.

Idéias fixas causadoras de neuroses acabam igualmente por desequilibrar as células, permitindo o surgimento da doença.

Não é pequeno o número de enfermidades que abalam o homem, eclodindo de seu próprio mundo interior.

Esta situação, facilmente observada na vida moderna, como herança do apego humano à matéria, em detrimento do espírito, serve de alerta à sociedade.

Se podemos produzir doenças a partir da desarmonia de nosso mundo interior, da mesma forma é possível superá-las e evitá-las, harmonizando a mente com o todo universal, vivendo conforme nossa natureza espiritual, que pede disciplina de comportamento e elevação de ideais.

Por oferecer à sociedade uma visão otimista da vida, a Doutrina Espírita faculta às criaturas os meios pelos quais possam harmonizar suas mentes, vivendo no mundo sem contudo pertencer ao mundo, conforme assinala o postulado evangélico.

O Espiritismo apresenta a terapêutica ideal para prevenir a desorganização mental e emocional, ao oferecer o conhecimento das verdades essenciais da vida.

Ensejando ao homem a trilha segura do trabalho em favor de seus semelhantes, a Terceira Revelação impulsiona a todos para o progresso, com oportunidades para granjearmos a paz e a saúde em todos os níveis.

Bezerra de Menezes