TAREFEIROS ÚTEIS

Gentileza e otimismo são elementos tão importantes num Centro Espírita, quanto o algodão e o analgésico num pronto-socorro.

Muitas vezes, a melhor maneira de ajudar será simplesmente ouvir.

De outras vezes, se a situação pede que falemos, façamo-lo de maneira equilibrada, consolando e esclarecendo ao mesmo tempo.

Aprendamos a nos apoiar uns nos outros, a fim de seguirmos unidos.

O trabalhador que age de maneira isolada, correrá o risco de se transformar numa ilha de boas intenções, cercado de necessidades que não consegue sanar eficazmente.

Juntos, porém, formaremos o grande continente da caridade, capaz de acolher os náufragos do mundo, que chegam às nossas portas pelas sondas da dor.

Sigamos as diretrizes estabelecidas por Allan Kardec e Jesus, de maneira a nos convertemos em tarefeiros úteis à causa do bem e à nossa própria elevação.

Gustavo Marcondes