NA PRÓXIMA DIMENSÃO

MINHA VISÃO

Viesse do Espaço um habitante de outro planeta e pousasse com sua nave em pleno Deserto do Saara, concluiria que o Orbe não passa de extensa faixa de terra arenosa, sob alta temperatura, inviabilizando nele o desenvolvimento de qualquer forma de vida, por mais rudimentar...

Se, alterando o curso do vôo, pousasse, por exemplo, sobre as águas do Pacífico, deduziria que o mundo por nós povoado é constituído apenas por imensa massa de natureza líquida, não oferecendo maiores opções de sobrevivência aos seus possíveis colonizadores...

E se, ainda, descendo em diminuta clareira da Floresta Amazônica, nada divisasse à sua volta, por milhares e milhares de quilômetros, senão árvores de altíssimo porte, impedindo, inclusive, a livre penetração dos raios do Sol, imaginaria que a Terra não passa de estranho viveiro, tão-somente propício à existência das mais variadas espécies vegetais e animais primitivos...

Na esperança de que os nossos irmãos compreendam que, deste Outro Lado, os que deixamos o corpo físico nos sentimos na condição do referido viajante do Cosmos, (nós que a nave espacial da desencarnação conduziu a determinada Região de uma das múltiplas Moradas da Casa do Pai, ensejando-nos apreciá-la segundo a óptica do nosso entendimento), é que lhes entregamos as páginas deste livro despretensioso, o qual, com certeza, acrescendo-se às experiências de tantos outros, lhes possibilitará uma visão mais ampla da Vida que, um dia, nos reunirá na "Próxima Dimensão ".

INÁCIO FERREIRA

Uberaba - MG, 20 de setembro de 2002.
Carlos A. Baccelli

CAPÍTULO 1
CAPÍTULO 2
CAPÍTULO 3
CAPÍTULO 4
CAPÍTULO 5
CAPÍTULO 6
CAPÍTULO 7
CAPÍTULO 8
CAPÍTULO 9
CAPÍTULO 10
CAPÍTULO 11
CAPÍTULO 12
CAPÍTULO 13
CAPÍTULO 14
CAPÍTULO 15
CAPÍTULO 16
CAPÍTULO 17
CAPÍTULO 18
CAPÍTULO 19
CAPÍTULO 20
CAPÍTULO 21
CAPÍTULO 22
CAPÍTULO 23
CAPÍTULO 24
CAPÍTULO 25
CAPÍTULO 26
CAPÍTULO 27
CAPÍTULO 28
CAPÍTULO 29
CAPÍTULO 30
CAPÍTULO 31
CAPÍTULO 32
CAPÍTULO 33
CAPÍTULO 34
CAPÍTULO 35
CAPÍTULO 36
CAPÍTULO 37
CAPÍTULO 38
CAPÍTULO 39
CAPÍTULO 40