O SENTIDO DA VIDA

PREFÁCIO

A vida pede firmeza, dedicação, esforço, trabalho.

Os apelos de viver são infinitos e Deus sabe como colocar cada ser no cenário certo, nas condições que o possa atrair e fazer evoluir.

Múltiplas são as situações, infindáveis as oportunidades de viver, crescer, renascer, errar, corrigir, avançar.

Caminhos e caminhos... Vidas e vidas...

E o homem segue pelas vias de sua existência, tentando aprender ao máximo.

Entretanto, nessas vias, chega um momento em que surge um fator desencorajador: a morte.

Não são poucas as vezes em que, reencarnados, ficamos espantados perante o fenômeno da morte, aliás simples transferência de um a outro plano.

A partida de um ente querido... A dor da separação... O mundo a desabar sobre nós...

Marcados profundamente, procuramos respostas, atalhos, afirmações de vida, mas não encontramos.

Perdidos, seguimos tentando equilibrar-nos à beira do abismo que se abre entre a vida e a morte.

É quando nossa consciência pede um aprofundamento maior do porquê existir, do porquê agir, do porquê continuar caminhando, apesar de o chão permanecer queimando sob nossos pés. O sentido da vida...

Aprender o verdadeiro sentido de viver é entender o próprio significado da imortalidade da alma.

Se a alma é imortal e segue para Deus, tudo o mais é transitório, apesar de necessário para que se forme essa mesma conscientização no profundo do espírito.

E aqui está o relato de alguém que um dia alcançou o verdadeiro sentido da vida.

Os Editores

..QUEDA E REDENÇÃO
..O INESPERADO DA MORTE
..PRISIONEIRO DA REVOLTA
..MUDANÇA DA PERDIÇÃO
..NA SOMBRA DOS ACONTECIMENTOS
..A PRESSÃO DO ISOLAMENTO
..NA CIDADE
..A PERDIÇÃO PELO DINHEIRO
..BUSCANDO A VINGANÇA
..PRISIONEIROS
..DE PATRÃO À MENDIGO
..O RETORNO À ORIGEM
..PARA O OUTRO LADO
..CONVITES DA REENCARNAÇÃO
..O ORVALHO DO PERDÃO