A PORTA ESTREITA

1 - COMO KARDEC CARACTERIZA AS DUAS PORTAS?

RESP.: No livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, Kardec assim colocou a lição da porta: "A porta da perdição é larga porque as más paixões são numerosas e o caminho do mal é o mais frequentado. A da SALVAÇÃO é ESTREITA, porque o homem que deseja transpô-la deve fazer grandes esforços para vencer as suas más tendências, e poucos se resignaram a isso. Completa-se a máxima: "São muitos os chamados e poucos os escolhdos".

2 - QUAL É, PARA O ESPÍRITO, A PORTA LARGA?

RESP.: A porta larga (a da perdição) aponta para as ilusões do mundo: as más paixões, os vícios, os maus hábitos, as frustrações, os desequilíbrios, as más tendências, as concepções errôneas. Entorpecido pelas vivências exteriores e periféricas, o Espírito mergulha cada vez mais nas diversões materialistas, acreditando que tem em suas mãos as rédeas do destino e que poderá a qualquer momento, num "passe de mágica", alterar os resultados das suas ações. Equivocado ignora os meandros da Lei da Causa e Efeito, que mais cedo ou mais tarde o chamará a complexos reajustes.

3 - É FÁCIL PASSAR PELA PORTA ESTREITA? COMO FAZER?

RESP.: O que elegeu a porta estreita, ao contrário, é um Espírito amadurecido e consciente, enxergando com os olhos da alma, que alça vôos mais seguros e reais. Já compreendeu que o caminho apertado exige conhecimento, critério, vigilância, prudência, humildade e renúncia, para nele permanecer. É o caminho da vida, da felicidade, da luz.

4 - O QUE SIGNIFICA PARA O ESPÍRITO "SER PERFEITO"?

RESP.: Para o Espírito significa uma perfeição relativa (e não literal) de que ele e a humanidade são suscetível e que mais pode aproximá-la da Divindade. Esta perfeição relativa Jesus disse: "Amais os vossos inimigos, fazei bem aos que tem ódio, e orai pelo que vos perseguem e caluniam". Como isto, mostra que a essência da perfeição é a CARIDADE, na sua mais ampla acepção.