DOAÇÃO DE ÓRGÃOS

1 - COMO A DOUTRINA ESPÍRITA AVALIA A QUESTÃO DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS E OS TRANSPLANTES?

RESP.: A Doutrina Espírita define a causa da morte como "a exaustão dos órgãos". E a morte, propriamente dita, bem definida por Kardec: "é apenas a destruição do corpo". Contudo, enquanto o corpo puder servir aos fins para os quais foi criado, é sempre louvável a doação de órgãos e o transplante, até porque não acarreta nenhum dano ao perispírito do doador que passa para o mundo espiritual íntegro. Aliás, só benefícios lhe traz o ato, mormente pela alegria e pela gratidão do receptor e de seus familiares, em relação ao prolongamento de sua vida. Trata-se de um ato de Caridade: um gesto de amor ao próximo, acima de tudo.