ENCARNAÇÃO

1 - QUAL É A FINALIDADE DA ENCARNAÇÃO?

RESP.: As sucessivas encarnações são os degraus que o Espírito galga no itinerário da existência da perfectibilidade, ao submeter-se às limitações da existência corporal. Desse modo, as encarnações são necessárias em função do progresso moral e intelectual, para ascender a condição de Espíritos puros. Quando na erraticidade o Espírito examina o que fez, reconhece seus erros ou acertos, traça planos e toma resoluções para mais uma etapa de aprendizado, sumetendo-se às provas necessárias que farão parte de sua nova existência corpórea. Mas, esta nova experiência não significa para ele punição, e sim uma condição necessária por força de sua condição moral. Elas podem ser: 1ª- expiação; 2ª - prova e 3ª -missão.

2 - OS ESPÍRITOS PROGRIDEM NA ERRATICIDADE?

RESP.: Sim. Quando na erraticidade o Espírito examina o que fez, reconhece seus erros ou acertos, traça planos e toma resoluções para mais uma etapa de aprendizado, submetendo-se às provas necessárias que farão parte de sua nova existência corpórea.

3 - DEFINA: EXPIAÇÃO, PROVA E MISSÃO?

RESP.: 1ª - EXPIAÇÃO: "Deus os colocou num mundo ingrato para expiarem suas faltas através de um trabalho penoso e das misérias da vida, até que se façam merecedores de passar para um mundo feliz" ESE, cap. III, ítem 13
A expiação consiste em o homem sofrer aquilo que fez os outros sofrerem abrangendo sofrimento físicos e morais, seja na vida corporal ou espiritual. Tais sofrimentos quando suportados com resignação, paciência e entendimento apagam erros passados e purificam o Espírito que assim vai, encarnação após encarnação, libertando-se das imperfeições da matéria.
2ª - PROVA: Em sentido amplo, cada nova existência corporal é uma prova para o Espírito que o leva a se aperfeiçoar, enveredendo pelo caminho da perfeição. "Crede e orai!" Porque a morte é a ressurreição e a vida é a prova escolhida, durante a qual vossas virtudes cultvidas devem crescer e desenvolver-se como o cedro". ESE, cap. VI, n° 5. A prova às vezes confunde-se com a expiação, mas nem todo sofrimento é indício de uma determinada falta.
3ª - MISSÃO: Todos têm uma missão a cumprir, neste ou em outros mundos, mais ou menos adiantados; todos têm um papel a desempenhar dentro da harmonia e do equilíbrio do Universo. Assim, as missões, de um modo geral, enquadram-se em papéis de maior ou menor intgensidade, de acordo com a capacidade e a elevação do Espírito reencarnante.

4 - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO DÁ-SE EM UM ÚNICO PLANETA?

RESP.: Não. Por que existem mundos diferentes e não completos isto é, são mundos transitórios: a-expiação e provas; b - regeneração; c - superiores. Então o Espírito evolui o máximo que o mundo comporta e em seguida vai para o próximo mais elevado.

5 - PODEM OS ESPÍRITOS VENCER MAIS RAPIDAMENTE OS DEGRAUS INTERMEDIÁRIOS QUE OS SEPARAM DOS MUNDOS SUPERIORES?

RESP.: Sim. Se eles procurarem executar com zelo as tarefas que lhes são conferidas, eles galgam rapidamente, e de maneira bem menos atribulada, os degraus da evolução, passando a desfrutar dos benefícios resultantes do seu trabalho.

6 - O QUE DEVEMOS FAZER PARA MERECER UM MUNDO MELHOR?

RESP.: Devemos: a - Nos esforçarmos pelo nosso aprimoramento moral e espiritual. b - Praticar o Evangelho do Cristo; c - Praticar o amor e a caridade; d - Trabalhar nossa reforma íntima, trabalhando pelo nosso crescimento como também de todos os que nos cercam, etc...

7 - OS ESPÍRITOS QUE, DESDE O PRINCÍPIO, SEGUIRAM O CAMINHO DO BEM, TÊM NECESSIDADE DA ENCARNAÇÃO?

RESP.: Todos são criados simples e ignorantes e se instruem por meio das lutas e tribulações da vida corporal. Deus, que é justo, não podia fazer felizes a alguns, sem penas e sem trabalhos, e por conseguinte sem mérito.

8 - MAS, ENTÃO DE QUE SERVE AOS ESPÍRITOS SEGUIREM O CAMINHO DO BEM, SE ISSO NÃO OS ISENTA DAS PENAS DA VIDA CORPORAL?

RESP.: Chegam mais depressa ao alvo. Além disso, as penas da vida são frequentemente a consequência da imperfeição do Espírito. Quanto menos imperfeito ele for, menos tormentos sofrerá. Aquele que não for invejoso, nem ciumento, nem avarento ou ambicioso, não passará pelos tormentos que se originam desses defeitos.

9 - O HOMEM PODE ASSEGURAR-SE NESTA VIDA UMA EXISTÊNCIA FUTURA MENOS CHEIA DE AMARGURAS?

RESP.: Sim, sem dúvida, pode abreviar o caminho e reduzir as dificuldades. Somente o desleixado fica sempre no mesmo ponto.

10 - PODE UM HOMEM DESCER EM SUAS NOVAS EXISTÊNCIAS, ABAIXO DO QUE JÁ HAVIA ATINGIDO?

RESP.: Em sua posição social, sim; como Espírito, não.

11 - A ALMA DE UM HOMEM DE BEM PODE ANIMAR, NOUTRA ENCARNAÇÃO, O CORPO DE CELERADO?

RESP.: Não, pois ela não pode degenerar.

12 - A ALMA DE UM HOMEM PERVERSO PODE TRANSFORMAR-SE NA DE UM HOMEM DE BEM?

RESP.: Sim, se ela se arrepender, e então será uma recompensa.

13 - A POSSIBILIDADE DE MELHORAR NUMA OUTRA EXISTÊNCIA NÃO PODE LEVAR CERTAS PESSOAS A PERMANECEREM NO MAU CAMINHO, COM O PENSAMENTO DE QUE PODERÃO CORRIGIR-SE MAIS TARDE?

RESP.: Aquele que assim pensa não acredita em nada, e a idéia de um castigo eterno não o coibiria mais, porque a sua razão a repele e essa idéia conduz à incredulidade. Se apenas se houvessem empregado os meios racionais para orientar os homens, não existiriam tantos céticos. Um Espírito imperfeito pode pensar como dizes, em sua vida corporal, mas uma vez liberto da matéria pensará de outra maneira, porque logo perceberá que calculou mal, e é então que trará, numa nova existência, um sentimento diverso. É assim que se efetiva o progresso.

14 - SÓ PODENDO OS ESPÍRITOS MELHORAR-SE PELO SOFRIMENTO E AS TRIBULAÇÕES DA EXISTÊNCIA CORPORAL, SEGUE-SE QUE A VIDA MATERIAL SERIA UMA ESPÉCIE DE CRIVO OU DE DEPURADOR, PELO QUAL DEVEM PASSAR OS SERES DO MUNDO ESPÍRITA, PARA CHEGAREM À PERFEIÇÃO?

RESP.: Sim, é bem isso. Eles melhoram por meio destas provas, evitando o mal e praticando o bem. Mas somente depois de muitas encarnações ou depurações sucessivas é que atingem, num tempo mais ou menos longo, e segundo os seus esforços, o alvo para o qual se dirigem.

15 - É O CORPO QUE INFLUI SOBRE O ESPÍRITO, PARA MELHORAR, OU O ESPÍRITO QUE INFLUI SOBRE O CORPO?

RESP.: Teu Espírito é tudo; teu corpo é uma veste que apodrece; eis tudo.