IMUNOLOGIA

1) As características imunológicas de cada ser refletem, no corpo material, as particularidades dos Espíritos?

A vida, sem dúvida, é resultado da Mente Divina, que tudo gerou.

Da mesma forma, o Espírito é o agente causador de todas as ocorrências em torno de si mesmo. A cada ação praticada corresponde-lhe uma reação equivalente. Cultivando idéias enobrecedoras sintoniza com o Princípio Vital e robustece-se, ampliando a sua capacidade de qualificação, de aprimoramento, de desenvolvimento dos valores que guarda, latentes. Quando, porém, se deixa enlear nos tormentosos pensamentos, elabora forças destrutivas que lhe perturbam a harmonia, levando-o a estados enfermiços, degenerativos.

A psiconeuroimunologia demonstra que, através das fixações positivas, otimistas, joviais, o organismo elabora substâncias defensivas, que provêem das fontes vitais do pensamento, produzindo imunoglobulina salivar A (sIgA), com possibilidade de prevenir várias infecções, pela capacidade que possuem essas concentrações protetoras de defenderem o organismo. Quanto mais elevados os sentimentos e as aspirações do indivíduo que cultiva a alegria de viver e o bem, mais expressivos se apresentam os níveis dessa referida enzima.

Quando seja possível ao ser humano desenvolver esse mecanismo de forma consciente, trabalhando-se interiormente, é óbvio que mais se equipará para o enfrentamento com os agentes destrutivos e perturbadores da existência corpórea.

Desse modo, não resta qualquer dúvida quanto às características imunológicas de cada ser, que refletem as condições evolutivas do Espírito que é.