PROGRESSÃO DOS ESPÍRITOS

1 - OS ESPÍRITOS SÃO TODOS IGUAIS, OU EXISTE ENTRE ELES UMA HIERARQUIA?

RESP.: São de diferentes ordens, segundo o grau de perfeição a que se tenham chegado.

2 - HÁ UM NÚMERO DETERMINADO DE ORDENS OU DE GRAUS DE PERFEIÇÃO ENTRE OS ESPÍRITOS?

RESP.: É ilimitado o número dessas ordens, pois não há entre elas uma de linha de demarcação, traçada como barreira, de maneira que se pode multiplicar ou restringir as divisões, à vontade. Não obstante, se conserarmos os caracteres gerais, poderemos reduzí-las a três ordens principais. Na primeira ordem, podemos colocar os que já chegaram à perfeição: os Espíritos puros. Na segunda, estão os que chegaram ao meio da escala: o desejo do bem é a sua preocupação. Na terceira, os que estão ainda na base da escala: os Espíritos imperfeitos, que se caracterizam pela ignorância, o desejo do mal e todas as más paixões que lhes retardam o desenvolvimento.

3 - OS ESPÍRITOS DE SEGUNDA ORDEM SÓ TEM O DESEJO DO BEM, OU TERÃO TAMBÉM O PODER DE O FAZER?

RESP.: Eles têm esse poder, de acordo com o grau de sua perfeição. Uns possuem a ciência; outros a sabedoria e a bondade. Todos entretanto, ainda têm provas a sofrer.

4 - OS ESPÍRITOS DA TERCEIRA ORDEM SÃO TODOS ESSENCIALMENTE MAUS?

RESP.: Não; uns não fazem bem nem mal, outros, ao contrário, se comprazem no mal e ficam satisfeitos quando encontram ocasião de praticá-lo. Há ainda Espíritos levianos ou estouvados, mais travessos do que malignos, que se comprazem mais na malícia do que na maldade, encontrando prazer em mistificar e causar pequenas contrariedades, das quais se riem.

5 - OS ESPÍRITOS SÃO BONS OU MAUS POR NATUREZA, OU SÃO ELES MESMOS QUE PROCURAM MELHORAR-SE?

RESP.: Os Espíritos mesmos se melhoram; melhorando-se, passam de uma ordem inferior para uma superior.

6 - UNS ESPÍRITOS FORAM CRIADOS BONS E OUTROS MAUS?

RESP.: Deus criou todos os Espíritos simples e ignorantes, ou seja, sem conhecimento. Deu a cada um deles uma missão, com o fim de os esclarecer e progressivamente conduzir à perfeição, pelo conhecimento da verdade, e para os aproximar dele. A felicidade eterna e sem perturbações, eles a encontrarão nessa perfeição. Os Espíritos adquirem o conhecimento passado pelas provas que Deus lhes impõe. Uns aceitam essas provas com submissão e chegam mais prontamente ao seu destino; outros não conseguem sofrê-las sem lamentação, e assim permanecem, por sua culpa, distanciados da perfeição e da felicidade prometida.

7 - SEGUNDO ISTO, OS ESPÍRITOS, NA SUA ORIGEM, SE ASSEMELHAM A CRIANÇAS, IGNORANTES E SEM EXPERIÊNCIA, MAS QUE VÃO ADQUIRINDO POUCO A POUCO OS CONHECIMENTOS QUE LHES FALTAM,AO PERCORRER AS DIFERENTES FASES DA VIDA?

RESP.: Sim, a comparação é justa; a criança rebelde permanece ignorante e imperfeita; seu menor ou maior aproveitamento depende da sua docilidade. Mas a vida do homem tem fim, enquanto a dos Espíritos se estende ao infinito.

8 - HÁ ESPÍRITOS QUE FICARÃO PERPETUAMENTE NAS CLASSES INFERIORES?

RESP.: Não; todos se tornarão perfeitos. Eles mudam, embora devagar, porque, como já dissemos uma vez, um pai justo e misericordioso não pode banir eternamente seus filhos. Querias que Deus, tão grande, tão justo e tão bom, fosse pior que vós mesmos?

9 - DEPENDE DOS ESPÍRITOS APRESSAR O SEU AVANÇO PARA A PERFEIÇÃO?

RESP.: Certamente. Eles chegam mais ou menos rapidamente, segundo o seu desejo e a sua submissão à vontade de Deus. Uma criança dócil não se instrui mais depressa que uma rebelde?

10 - OS ESPÍRITOS PODEM DEGENERAR?

RESP.: Não. À medida que avançam, compreendem o que os afasta da perfeição. Quando o Espírito conclui uma prova, adquiriu conhecimento e não mais o perde. Pode permanecer estacionário, mas não retrogradar.

11 - DEUS PODE LIVRAR OS ESPÍRITOS DAS PROVAS QUE DEVEM SOFRER PARA CHEGAR À PRIMEIRA ORDEM?

RESP.: Se eles tivessem sido criados perfeitos, não teriam merecimento para gozar dos benefícios dessa perfeição. Onde estaria o mérito, sem a luta? De outro lado, a desigualdade existente entre eles é necessária à sua personalidade; e a missão que lhes cabe, nos diferentes graus, está nos desígnios da Providência, com vistas à harmonia do Universo.

12 - TODOS OS ESPÍRITOS PASSAM PELA FIEIRA DO MAL, PARA CHEGAR AO BEM?

RESP.: Não pela fieira do mal, mas pela da ignorância.

13 - POR QUE ALGUNS ESPÍRITOS SEGUIRAM O CAMINHO DO BEM E OUTROS O DO MAL?

RESP.: Não tem eles o livre-arbítrio? Deus não criou Espíritos maus; criou-os simples e ignorantes, ou seja, tão aptos para o bem quanto para o mal; os que são maus, assim se tornaram por sua vontade.

14 - COMO PODEM OS ESPÍRITOS, EM SUA ORIGEM,QUANDO AINDA NÃO TÊM A CONSCIÊNCIA DE SI MESMOS, TER A LIBERDADE DE ESCOLHER ENTRE O BEM E O MAL? HÁ NELES UM PRINCÍPIO,UMA TENDÊNCIA QUALQUER QUE OS LEVE MAIS PARA UM LADO QUE PARA OUTRO?

RESP.: O livre-arbítrio se desenvolve à medida que o Espírito adquire consciência de si mesmo. Não haveria liberdade, se a escolha fosse provocada por uma causa estranha à vontade do Espírito. A causa não está nele, mas no exterior, nas influências a que ele cede em virtude de sua espontânea vontade. Esta é a grande figura da queda do homem e do pecado original: uns cederam à tentação e outros resistiram.

15 - DE ONDE VÊM AS INFLUÊNCIAS QUE SE EXERCEM SOBRE ELE?

RESP.: Dos Espíritos imperfeitos que procuram envolvê-lo e dominá-lo, e que ficam felizes de o fazer sucumbir. Foi o que se quis representar na figura de Satanás.

16 - ESTA INFLUÊNCIA SÓ SE EXERCE SOBRE O ESPÍRITO NA SUA ORIGEM?

RESP.: Segue-o na vida do Espírito, até que ele tenha de tal maneira adqurido o domínio de si mesmo, que os maus desistam de obsidiá-lo.

17 - POR QUE DEUS PERMITIU QUE OS ESPÍRITOS PUDESSEM SEGUIR O CAMINHO DO MAL?

RESP.: Como ousais pedir a Deus conta dos seus atos? Pensais poder penetrar os seus desígnios? Entretanto, podeis dizer: A sabedoria de Deus se encontra na liberdade de escolha que concede a cada um, porque assim cada um tem o mérito de suas obras.

18 - HAVENDO ESPÍRITOS QUE, DESDE O PRINCÍPIO, SEGUEM O CAMINHO DO BEM ABSOLUTO, E OUTROS, O DO MAL ABSOLUTO, HAVERÁ GRADAÇÕES, SEM DÚVIDA, ENTRE ESSES DOIS EXTREMOS?

RESP.: Sim, por certo, e constituem a grande maioria.

19 - OS ESPÍRITOS QUE SEGUIRAM O CAMINHO DO MAL PODERÃO CHEGAR AO MESMO GRAU DE SUPERIORIDADE QUE OS OUTROS?

RESP.: Sim, mas a eternidades serão mais longas para eles.

20 - OS ESPÍRITOS QUE CHEGAM AO SUPREMO GRAU, DEPOIS DE PASSAREM PELO MAL, TÊM MENOS MÉRITO QUE OS OUTROS, AOS OLHOS DE DEUS?

RESP.: Deus contempla os extraviados com o mesmo olhar, e ama a todos do mesmo modo. Eles são chamados maus porque sucumbiram; antes, não eram mais que simples Espíritos.

21 - OS ESPÍRITOS SÃO CRIADOS IGUAIS QUANTO ÀS FACULDADES INTELECTUAIS?

RESP.: São criados iguais, mas não sabendo de onde vêm, é necessário que o livre-arbítrio se desenvolva. Progridem mais ou menos rapidamente, tanto em inteligência como em moralidade.