PLANETA TERRA

1 - AS PRIMEIRAS FORMAS PLANETÁRIAS OBEDECERAM A UM MOLDE PREEXISTENTE?

RESP.: Jesus foi o divino escultor da obra geológica do planeta. Junto de seus prepostos, iluminou a sombra dos princípios com os eflúvios sublimados do seu amor, que saturaram todas as substâncias do mundo em formação. Não podemos afirmar que as formas da Natureza, em sua manifestação inicial, obedecessem a um molde preexistente, no sentido de imitação, porque todas elas receberam o influxo sagrado do coração do Cristo. A verdade é que, assim como nas vossas construções materiais, todas as obras viveram previamente no cérebro de um engenheiroou de um arquiteto, todas as formas de vida na Terra form primeiramente concebidas na sua visão divina.

2 - TENDO SIDO A TERRA FORMADA PELO PODER DIVINO, POR QUE PASSOU O PLANETA POR TANTAS ETAPAS EVOLUTIVAS, MUITAS DAS QUAIS DURARAM MILHÕES DE ANOS?

RESP.: No infinito do Universo, a evolução do princípio espiritual tem de escapar a todas as vossas limitações de tempo e de espaço, na tábua dos valores terrestres. As aquisições de cada indivíduo resultam da lei do esforço próprio no caminho ilimitado da Criação, destacando-se daí as mais diversas posições evolutivas das criaturas e compreendendo-se que tempo e espaço são laboratórios divinos onde todos os princípios da vida são submetidos às experiências do aperfeiçoamento, de modo que cada umdeva a si mesmo todas as realizações, no dia de aquisição dos mais altos valores da vida.

3 - DE ONDE FORAM TIRADOS OS ELEMENTOS PARA A FORMAÇÃO DA TERRA?

RESP.: Sabemos que a aglutinação molecular, bem como o motor transcendente do mundo, obedeceram ao sopro gerador da vida, oriundo do Todo-Poderoso e lançado sobre o infinito da criação universal; contudo, achamo-nos ainda na situação do aluno que encontrou a escola já edificada, cabendo-nos louvar e buscar, pelo trabalho e pelo aperfeiçoamento,o seu Divino Autor.

4 - DEVE O HOMEM TERRESTRE ENXERGAR NAS COMOÇÕES GEOLÓGICAS DO GLOBO ELEMENTOS DE PROVAÇÃO PARA A SUA VIDA?

RESP.: Os abalos sísmicos não são simples acidentes da Natureza. O mundo não está sob a direção de forças cegas. As comoções do globo são instrumentos de provações coletivas, ríspidas e penosas. Nesses cataclismos, a multidão resgata igualmente os seus crimes de outrora e cada elemento integrante da mesma quita-se do pretérito na pauta dos débitos individuais.

5 - POR QUE RAZÃO NÃO EXISTE NOS TEXTOS SAGRADOS UMA NOTÍCIA POSITIVA DAS TERRAS DESCOBERTAS POSTERIORMENTE A VINDA DE JESUS AO PLANETA?

RESP.: Nesse particular, temos de convir que a palavra das pofecias, através de todos os tempos e situações do planeta, como eco das regiões divinas, não teve em mira senão a edificação do Reino de Deus nos corações, desprezando as fundações humanas, precárias e perecíveis. Todavia, no desdobramento das revelações, encontrareis notícias das novas terras, posteriormente descobertas, informações essas que se encontram sob os véus dos símbolos, como aconteceu com todas as demais notificações que o Velho Testamento legaram ao homem espiritual.

6 - AS CIÊNCIAS APLICDAS, COMO A AGRICULTURA, A ENGENHARIA, A MEDICINA, A EDUCAÇÃO E A ECONOMIA REPRESENTAM O CAMPO DE ESFORÇO DOS ESPÍRITOS ENCARNADOS PARA AMPLIFICAÇÃO DOS CONHECIMENTOS DO HOMEM, EM BENEFÍCIO DA HUMANIDADE?

RESP.: As ciências aplicadas são as forças que se mobilizam para as comodidades da civilização; todavia, apesar de suas características materiais, é dentro de seus quadros que se organizam os esforços abençoados do Espírito, em provas de regeneração ou em missões purificadoras, nas sua marcha ascensional para o perfeito. Entrosando-se com as atividades complementares das demais expressões científicas do planeta, todas se harmonizam, nas lutas do homem, como recursos terrenos para o desiderato das finalidades divinas.

7 - NO QUADRO DAS CIÊNCIAS, AS INSPIRAÇÕES DO PLANO SUPERIOR SÃO DESTINADAS A DETERMINADOS ESTUDIOSOS OU LANÇADAS DE MANEIRA GERAL PARA TODOS OS CIENTISTAS?

RESP.: Nos departamentos da atividade científica existe, às vezes, esse ou aquele missionário, com tarefa especializada e conferida tão somente ao seu esforço. Em se tratanto, porém, de idéias e aparelhos novos, nos movimentos evolutivos, as inspirações do plano espiritual são distribuídas emtodas as correntes do pensamento humano, percebendo-as, contudo, somente aqueles que se encontram sintonizados com as suas vibrações.

8 - O AGRICULTOR, APLICANDO OS CONHECIMENTOS DA CIÊNCIA PARA A MELHORIA DO SEU MEIO AMBIENTE E ELEVAÇÃO DO MEIO SOCIAL EM QUE SE ENCONTRA, CUMPRE, TAMBÉM, MISSÃO ESPIRITUAL?

RESP.: O homem recebeu, igualmente, uma grande tarefa junto ao solo do globo, fonte de manutenção de sua existência, competindo-lhe o bom serviço de cultivar e aperfeiçoar o trato da terra, sob a sua ordenação transitória, porquanto é na oficina do orbe que ele se prepara, de modo geral, para o seu futuro infinito, cheio de beleza e de realizações definitivas no plano eterno.

9 - O ENGENHEIRO, NA MOVIMENTAÇÃO DOS PATRIMÔNIOS MATERIAIS DO ORBE, ALARGANDO AS POSSIBILIDADES DE COMUNICAÇÃO ENTRE OS POVOS, É AMPARADO PELAS FORÇAS ESPIRITUAIS?

RESP.: As fontes de proteção do plano invisível amparam todos os esforços generosos e sinceros que objetivam não só o aperfeiçoamento da escola planetária, como também o de seus filhos. Assim, temos de reconhecer no engenheiro abnegado um obreiro do progresso e da fraternidade. Essa a razão pela qual as grandes obras da engenharia, em sua feição beneficiária, apesar de materiais, possuem elevada significação pela extensão de su utilidadeao espírito coletivo.