MARIA, MÃE DE JESUS

À MULHER, ÀS MULHERES

Há mulheres da terra, que hoje estão no céu;
Há muitas mulheres, que são o céu na terra;
Símbolos alçados por Deus
Às celestiais esferas
Como bandeiras, não de pano tecidas,
Mas entretecidas
De ideais e fibras de alma.
Como são belas as mulheres de fibra!


Tintas de esperança,
Banhadas de imortalidade;
Tais são essas mulheres bandeiras,
Que meus olhos freqüentemente
Vêem desfraldadas no céu.

Maria Santíssima, Senhora Nossa, Mãe de Jesus,
Em lágrimas na Cruz,
Rogai por nós
Para que veneremos a Mulher.

Maria Madalena, pecadora,
Depois arrependida e santificada,
Rogai por nós
Para que tenhamos a coragem do recomeço.

Mulher pobre, a quem só restou a mendicância,
No sustento dos filhos,
Rogai por nós
Para que sejamos dignos.

Mulher operária, que caleja as mãos na metalúrgica,
No corte da cana, no cabo da enxada,
Rogai por nós
Para que sejamos responsáveis.

Mulher funcionária, que com paciência,
Em meio a intrigas e burocracia,
Organizas o relacionamento social,
Rogai por nós
Para que organizemos nossas vidas.

Mulher mestra, que ensinas na escola rural
Ou que fazes descobertas no instituto de pesquisa,
Rogai por nós
Para que nos esforcemos na nossa auto-educação.

Mulher médica, enfermeira,
Que cura doenças, que alivia dores,
Rogai por nós
Para que valorizemos a saúde.

Mulher irmã, que fraterna, compreensiva,
É nossa amiga,
Rogai por nós
Para que sejamos solidários.

Mulher filha, que é alegria na infância,
Que é arrimo na velhice,
Rogai por nós
Para que sejamos gratos.

Mulher esposa, que rasga a monotonia da noite
Dando-nos amor e prazer,
Que floresces o deserto social
Com a benção do lar,
Rogai por nós
Para que sejamos honrados.

Mulher Cristã, que canta hinos,
No circo romano, antes do martírio,
Rogai por nós
Para que sejamos fiéis.

Maria Santíssima, Senhora Nossa, Mãe de Jesus,
Em lágrimas na cruz,
Rogai pelas mulheres
A quem Deus confiou o mistério da vida
Para que sejam sempre dignas
De toda honra, de toda glória, de todo amor.