CRIANÇAS

Deus sitou no lar o berço doce e puro
A criancinha perdiada,
E colocou no berço a divina esperança
Sozinha, desamparada
Em que o homem, plasmando o coração da criança
É flor caída na estrada
Edifica na Terra o seu próprio futuro.
Sob desprezo e aflição...
.
Amaral Ornellas
João de Deus
..
Não olvides que a criança,
Oh! vós que atendeis na vida
No caminho, vida a fora,
À estrela da caridade,
Vai devolver-te, mais tarde,
Recolhei-a com bondade,
O que lhe deres agora.
Ao templo do coração
.
Casimiro Cunha
João de Deus
..
 
Criança - linda semente,
Terra - eis a escola da vida.
Raio de luz a sorrir.
Existência! - o curso breve.
É nesse pingo de gente
Criança! - o livro ao futuro
Que Deus te entrega o porvir.
Adulto! - a pena que escreve.
.
Belmiro Braga
Irene S. Pinto
..
 
Pequeninos, pequeninos,
Nada aflige ou fere tanto
Aves do céu, procurando
Como encontrar, no caminho,
Um ninho ditoso e brando.
Menino desamparado
Em que o pão se faça luz!...
Vagando, triste e sozinho.
Neles brilham dons divinos
Que devemos cultivar
Moisés Eulalio
Para a grandeza do lar
 
E exaltação de Jesus.
 
.
 
Irene S. Pinto
 
..  
Toda criança na Terra
Se quiserdes vida nova,
É sempre uma vida em flor
Acendei a própria luz,
Que se dirige ao futuro,
Dand oà criança o caminho
Necessitando de amor.
Da elevação com Jesus.
.
Casimiro Cunha
Casimiro Cunha
..  
Sou teu... Ampara-me e esquece...
Não olvides que a criança,
Já não busco o que se foi.
No caminho, vida afora,
Basta me digas em prece:
Vai devolver-te, mais tarde,
-"Filhinho, Deus te abençoe!..."
O que lhe deres agora.
.
José Bartolota
Casimiro Cunha
.  
Na doce ternura em flor
Ajuda a criança pobre
De um pequenino a sorrir,
Por amor ao teu filhinho.
A vida te pede amor
O berço desamparado
Na construção do porvir.
É treva para o caminho.
João de Deus
Casimiro Cunha

 

MENSAGEM DA CRIANÇA AO HOMEM
..
Construíste palácios que assombram a Terra;
entretanto, se me largas ao relento, porque me
faltem recursos para pagar hospedagem,
é possível que a noite me enregele de frio.
..
Multiplicaste os celeiros de frutos e cereais,
garantindo os próprios tesouros; contudo, e
me negas lugar à mesa, porque eu não tenha
dinheiro a fim de pagar o pão, receio morrer
de fome.
..
Levantaste universidades maravilhosas, mas,
se me fechas a porta da educação, porque eu
não possua uma chave de ouro, temo abraçar
o crime sem perceber.
..
Criaste hospitais gigantescos; no entanto, se não
me defendes contra as garras da enfermidade,
porque eu não te apresente uma ficha de crédito
descerei bem cedo ao torvelinho da morte.
..
Proclamas o bem por base da evolução; todavia
se não tens paciência para comigo, porque eu te
aborreça, provavelmente ainda hoje cairei na ar-
madilha do mal, como ave desprevenida no laço
do caçador.
..
Em nome de Deus que dizes amar, compadece-te de mim!...
Ajuda-me hoje para que eu te ajude amanhã.
Não te peço o máximo que alguém talvez te venha a
solicitar em meu benefício...
Rogo apenas o mínimo do que me podes dar para que eu
possa viver e aprender.
..
MEIMEI